Santos fará a final da Libertadores no Pacaembu

Foto retirada do blog do jornalista Odir Cunha























Santistas de todo o Brasil, foi publicada hoje, as 17h, a decisão no site oficial do Santos Futebol Clube, de que a decisão da Taça Libertadores será no Pacaembu, lotado com provavelmente 37 mil santistas.

Conforme manifestei em outro post, minha preferência era pelo Morumbi, por diversos fatores.

Mas o Pacaembu não é má escolha!

Prós

A torcida realmente fica mais próxima ao gramado, e a pressão sobre o adversário será grande.

Os jogadores preferiam jogar no Pacaembu, muito provavelmente em razão da derrota sofrida na final da Libertadores em 2003 contra o Boca Juniors jogando no Morumbi.  

Léo e Elano estavam lá.

Contras

Nem todos os torcedores santistas poderão estar presentes à partida, considerando ser a quantidade de sócios aproximada à capacidade do estádio.

Eu, por exemplo, que não sou sócio, muito provavelmente não conseguirei ingresso, apesar da vontade de presenciar este momento mágico do futebol.

Outro aspecto negativo seria a renda, menor que em uma final no Morumbi (mas convenhamos, esse fator neste momento é o que menos interessa).

História do Santos no estádio

Na final de 1995, o Santos mandou o segundo jogo da final do Campeonato Brasileiro no Pacaembu, empatando por 1 x 1 contra o Botafogo, que se sagraria campeão graças a uma vitória de 2 x 1 no Rio.

Em 2010, jogando no estádio, sagrou-se campeão paulista, mas com derrota de 3 x 2 frente para o Santo André.

Neste ano de 2011, nas quartas de final da Libertadores, o Santos empatou por 1 x 1 com a equipe do Once Caldas, avançando de fase devido à vitória de 2 x 1 na Colômbia.

Nas semifinais, jogou contra o Cerro Porteño no Pacaembu, vencendo o primeiro jogo por 1 x 0, resultado que, após o empate de 3 x 3 no Paraguai, garantiu o avanço do Peixe à finalíssima.

Considerações finais

Alguns jornalistas tais como Juca Kfouri provavelmente falarão que a escolha ocorreu por conta da pressão política da CBF e da Federação Paulista de Futebol (FPF), entidades brigadas com o São Paulo.

Não acredito nisso.

Argumento que havia pressão dos dois lados, tanto da CBF e da FPF, pelo Pacaembu, e da CONMEBOL, pelo Morumbi.

A decisão foi tomada exclusivamente segundo o desejo da diretoria do Santos.

Eu, sinceramente preferia o Morumbi.

Mas me consola o fato de que os jogadores se sentirão mais a vontade no Pacaembu.

Só nos resta torcer: Santos rumo ao tri!