Santos (quase) completo contra o Flamengo

(Foto: Adilson Barros/Globoesporte.com)


















Durante a apresentação do meia Ibson, o diretor de futebol santista, Pedro Luiz Nunes Conceição  declarou: 

"enquanto se fala em desmanche do elenco, deve-se observar que de todos os jogadores que disputaram a final da Libertadores, apenas um não estará presente para a disputa do Campeonato Brasileiro e do Mundial, que é o Zé Love".

Menos diretor, menos.

Sabemos que o Santos perdeu peças importantes (Jonathan, Alex Sandro, Alan Patrick e Maikon Leite - este ultimo, de graça, ate hoje não entendo o porquê de não ter renovado com o Peixe).

Queira ou não, também perdemos Danilo, que integrará a equipe do Porto após o Mundial.

No entanto, peças inúteis ou inutilizáveis foram embora (Felipe, por empréstimo, Charles, Keirrison e Zé Love).

As saídas de Jonathan, Charles e Keirrison ajudaram, e muito, a reduzir a folha salarial santista.

Para completar o elenco (nenhum chegou para ser titular) vieram Leandro Silva (lateral direito), Henrique (volante), Ibson (meia) e Alan Kardec (atacante).

Desses, apenas Henrique tem reais condições de tomar o lugar de Adriano, enquanto Ibson será um ótimo substituto para Elano, em seus dias de mau futebol.

Ibson tem 27 anos, foi comprado por 4 milhões de euros (R$ 8,5 milhões) e assinou contrato de 4 anos com o Peixe.

Alan Kardec tem 22 anos e assinou contrato de empréstimo de 1 ano.

Henrique tem 26 anos, foi comprado por 3 milhoes de euros (R$ 6,5 milhoes) e deve assinar contrato de 4 anos com o Santos.


Jogo contra o Flamengo

Na próxima quarta, o Peixe enfrentara o Flamengo, na Vila Belmiro, jogão merecedor de, no mínimo, casa cheia.

No lado flamenguista, esperam-se punições para Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, que forçar  o terceiro cartão amarelo na partida contra o Palmeiras para não enfrentar o Ceará neste final de semana, visando curtir o sábado carioca e, segundo eles, afastarem o risco de ficar fora contra o Santos.

Em caso de punição do STJD, os 2 atletas poderão pegar 10 dias de suspensão, podendo ficar de fora do jogo contra o Peixe. O Santos, por sua vez, está animado por ter novamente o time completo (quase) para o próximo jogo do Brasileiro.

Danilo será a única baixa, pois estará servindo a Seleção Sub-20.Edu Dracena, Léo e Adriano já voltaram a treinar, recuperados de suas lesões e sinusites.

Elano, Ganso treinaram normalmente na manha desta sexta-feira, enquanto a folga de Neymar foi extendida, em razão da sequência de 40 jogos seguidos em 6 meses que o atleta disputou, e o jogador voltará a treinar na próxima segunda-feira.

Com isso, o Santos devera entrar em campo, na próxima quarta, em um 4-3-1-2, com:

Rafael (goleiro)
Edu Dracena (zagueiro)
Durval (zagueiro)
Pará  ou Leandro Silva (lateral direito)
Léo (lateral esquerdo)
Adriano ( volante)
Arouca (2º volante - pela esquerda)
Elano (2º - pela direita)
Paulo Henrique Ganso (meia armador)
Neymar (ponta esquerda)
Borges (centroavante)


PS: Confesso aqui que não assisto a entrevistas de apresentação de jogadores, pois a maioria fala, fala, fala, fala... e o que realmente importa ano são as palavras, mas sim o que o jogador mostrara dentro de campo (Keirrison e o maior exemplo disso, pois em sua entrevista coletiva disse que voltava ao Brasil com o objetivo de voltar a Seleção Brasileira...).


Confira a entrevista coletiva de Ibson


















Veja a apresentação do atacante Alan Kardec


















Bastidores de Santos 2 x 1 Atlético Mineiro



6 comentários :

  1. Não fui com a cara desse cardec.

    ResponderExcluir
  2. Calma Neli! Vamos julgar o cara pelo futebol.

    ResponderExcluir
  3. Oi Alex, blz?

    Acho pouco provável que haja algum tipo de retaliação ao Ronaldinho "Carioca" e ao Thiago Neves, pois além de jogarem num dos queridinhos da mídia, sinceramente, não vejo mal nenhum em forçar cartões, é uma opção do jogador. Inclusive, Ganso e outros atletas do Santos já o fizeram também em outras oportunidades.

    ResponderExcluir
  4. Oi eu tenho um blog, vc quer fazer parceria? se quiser me envie um e-mail para plantaohiphop@r7.com ou entre no meu blog e deixe um comentário http://plantaohiphop.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Edwin, também penso como você: não vejo nenhum mal em forçar cartões, contanto que seja para o bem da equipe. Mas o que Ronaldinho e Thiago Neves fizeram foi inaceitável. Forçaram cartões sem conhecimento da equipe e de seu técnico (provavelmente para aproveitar o sábado carioca). Imagina se o Ganso e o Neymar fizessem isso, como ia ficar a cara da torcida?

    ResponderExcluir
  6. Rosiel, deixei um coment no seu blog sobre o assunto.

    ResponderExcluir