Elano perdeu o meu apoio

Falarão que foi um espetáculo de futebol, mas para o torcedor santista isso não interessa: o Santos perdeu na Vila Belmiro, de virada, após estar vencendo de 3 x 0...


Acabo de voltar do jogo.

Torcida revoltada, não ouço ninguém falar que foi um "grande jogo".

Mas tenho que admitir: foi um jogaço à moda antiga.

No entanto, como torcedor do Santos, não estou pensando nisso agora, mas sim na derrota.

Vamos por partes.


Elano

Perdeu totalmente o meu apoio para continuar neste time do Santos.

Tem história no Santos? Sim. E daí? O Fábio Costa também tem...

Não se pode deixar um jogador como titular apenas pelo "nome" e não pelo futebol.

Ontem, tirando o passe para o primeiro gol, Elano não jogou NADA.

Lento no ataque e na defesa, displicente na marcação, não ganhava uma corrida contra os adversários, errou quase todos os passes, tocava na bola e não se apresentava para receber, perdeu jogadas importantes que culminaram em vários contra-ataques do Flamengo.

Só quem estava na Vila viu.

Eu também estava lá.

Quem disser outra coisa não viu o jogo.

E o que falar do pênalti?

Aos 42 do segundo tempo, quando o Santos era pressionado pelo Flamengo mas vencia por 3 x 2, após uma arrancada de Neymar, o juiz marca pênalti para o Santos.

Alívio na torcida.

Todos pensam: todos menos o Elano.

E o Elano caminha lentamente em direção a bola para pegá-la e cobrar a penalidade máxima.

Assistindo a cena sem poder fazer nada, a torcida gritou seu nome, o ovacionou nos quatro cantos da Vila Belmiro.

Seria sua chance de se redimir da partida pífia que fazia até o momento, além do pênalti perdido na Seleção Brasileira.

Pra quê?

Para Elano, de forma totalmente displicente, infantil e imatura, bater de "cavadinha", para a defesa de Felipe que, ironizando o lance, deu embaixadinhas na bola.

Na ida para o intervalo, discutiu com um torcedor, foi vaiado, e levantou protestos de toda torcida, que implorava por sua substituição.

Elano não merece mais a titularidade da camisa santista.

Agradeço por tudo o que fez, respeito sua história na Vila Belmiro, o vi vestir pela primeira vez o manto santista, ao lado de Diego, Robinho e Alex, na geração de ouro de 2002.

Mas certamente não é mais o mesmo jogador.

E não é de hoje. A torcida santista sabe.

Desde quando voltou a jogar no Peixe, são comuns as vaias ao seu futebol, que decaiu muito.

Elano tem como pontos fracos a velocidade, agilidade e poder de marcação, e como pontos fortes o passe (os quais hoje errou uma barbaridade) e cobranças de falta.

Elano deixa o time do Santos mais lento, com Ganso então...

Mas isso não é de hoje, repito.

Desde o começo do ano a torcida santista pensava "a chegada de Elano vai mudar o modo da equipe jogar... sai a velocidade e entra um passe melhor... sai a marcação e não entra nada...".

O coadjuvante não é mais necessário ao time titular.

Seleção Brasieira, nunca mais.


PS: Soube que na entrevista coletiva o jogador alegou que pai havia sofrido um sequestro (salvo engano) e tal fato havia mexido muito com sua cabeça. Retruco: isso é desculpa para a atuação pífia e o pênalti medíocre? Não, pois, se não estava se sentindo bem, seria obrigação do jogador informar ao técnico e pedir para não atuar. Trata-se de responsabilidade Elano, comprometimento, e respeito com seus próprios companheiros e com a torcida santista.


Quem entraria no lugar do Elano?

Adriano, na minha opinião.

Ele foi justamente o que faltou hoje no meio de campo santista.

Marcação, pegada, com velocidade.

Adriano é imprescindível neste time.

Com isso, formar-se-ia um losango com Adriano, Arouca, Henrique e P.H. Ganso, na minha opinião o melhor meio campo que Muricy pode formar.


O jogo

Absolutamente inadmissível levar o empate após estar vencendo por 3 x 0.

Ainda mais perder por 5 x 4.


Time de Muricy levar 5 gols tem explicação?

Sim, e trata-se de algo simples.

Não havia marcação no meio de campo.

Arouca era o único responsável pela marcação e cobertura dos laterais (função muito bem exercida por Adriano).

Ibson tentava ajudar, mas era tão estabanado na marcação quanto Danilo.

Elano era um peso e não marcava.

Paulo Henrique Ganso pior ainda: andava no campo quando o adversário tinha a bola.

Um parêntese: Ganso na Europa será um grande fracasso, pois, nos sistemas táticos europeus todos os jogadores participam da marcação quando o time está sem a bola, e ele não faz isso.

Dois gols do time do Rio saíram pela lateral esquerda santista, onde joga Léo.

Um gol de escanteio, um de falta e outro de contra-ataque completam os cinco.

A zaga não teve nenhuma culpa nos gols cariocas.

Faltou a marcação no meio, a "pegada", e a cobertura dos laterais, malfeita por Arouca que, sozinho, se desdobrava para tentar marcar todo mundo.


Neymar

Um gênio da bola.

Ontem respondeu com futebol para todos aqueles que o criticaram por sua atuação na Seleção Brasileira.

Marcou dois gols, deu passe para um e sofreu pênalti.

Seu primeiro gol foi sensacional, coisa de craque.

Além de tudo, corre e ajuda na marcação, ao contrário de Ganso.



Torcida

Só 12.968 torcedores pagantes?

Significa então que muita gente não pagou para assistir o jogo.

Estive na Vila Belmiro e, posso afirmar com certeza que o estádio em sua lotação máxima.

Se 12.968 pagaram, então uns 8 mil entraram de graça.

Depois a maldita imprensa esportiva usa esses dados para dizer que a torcida não comparece nos jogos do Santos...

Por que razão, afinal, a diretoria não divulga o número total de torcedores no estádio?


Análises Individuais

Rafael. Não foi o grande goleiro que costuma ser. Falhou ao tentar cortar 2 cruzamentos do Flamengo (dos quais 1 resultou em gol). Não teve culpa nos gols de escanteio, falta e no contra-ataque.

Edu Dracena. Muito eficiente no corte de bolas aéreas (mas não a do escanteio...) e razoável na marcação. Não teve culpa em nenhum gol.

Durval. Melhor no chão do que no alto, hoje não estava nos seus melhores dias, mas não falhou em nenhum gol carioca. Não se pode culpar a zaga pela falta de cobertura dos volantes.

Léo. Correu muito pelo lado esquerdo, deu um passe que resultou no gol de Neymar mas falhou na cobertura por seu lado, de onde saíram os dois primeiros gols do Flamengo. Razoável.

Pará. Mediano em todos os fundamentos: marcação, desarme, velocidade, passe e chute. Bastante inseguro durante o jogo. Que falta faz o Jonathan...

Arouca. Sozinho na marcação no meio de campo, fez o que pôde, mas não foi o suficiente. Falhou na cobertura de Léo, culminando no segundo gol do Flamengo e cometeu a falta em Ronaldinho Gaúcho que os deu o quarto gol. Mas no geral jogou bem.

Ibson. Fez uma boa estreia, mas se mostra muito mais um jogador ofensivo que defensivo. Na marcação e nos desarmes é apenas razoável, mas com a bola nos pés mostrou um pouco de qualidade, além de certa velocidade.

Elano. Repito o que disse acima: lento no ataque e na defesa, displicente na marcação, não ganhava uma corrida contra os adversários, errou quase todos os passes, tocava na bola e não se apresentava para receber, perdeu jogadas importantes que culminaram em vários contra-ataques do Flamengo, além do ridículo pênalti. A única coisa boa que fez: o passe para o primeiro gol do Peixe. Foi substituído no final por Alan Kardec.

P.H. Ganso. Fez algumas jogadas de efeito mas pouco produziu coletivamente. Uma nulidade na marcação, Ganso ajudava a equipe apenas quando tinha a bola nos pés. Muitas vezes parecia disperso, desatento, desfocado na partida, literalmente em outro planeta. Sumiu no segundo tempo, quando o time mais precisava dele, e perdeu a bola que culminou no contra-ataque do último gol flamenguista. Repito: Ganso hoje está mais para Alex (ex-Cruzeiro) do que para o craque Zidane.

Neymar. Fenomenal. Marcou dois gols, deu passe para um e sofreu um pênalti. Infernizou a vida dos zagueiros cariocas com suas arrancadas rápidas e dribles desconcertantes. Jogava bastante coletivamente, mas quando percebia que o time não ajudava, tentava resolver sozinho. As vezes dá a impressão de fazer tudo na equipe: atacar, armar as jogadas, bater falta, escanteio, voltar para marcar.

Borges. Se a bola chegar nele ele põe pra dentro. Se não chegar, ele fica na banheira, esperando. Ajudou pouco na marcação, mas foi o artilheiro oportunista que costuma ser. Resultado: dois gols.

Alan Karec. Sem tempo de jogo suficiente para uma análise.


Muricy Ramalho. Falhou ao não tirar Elano de campo no final do primeiro tempo, pelos motivos já expostos. Quem colocar? Rodrigo Possebon, para dar mais "pegada" ao meio de campo, melhorando a marcação, ou mesmo Bruno Aguiar na lateral direita, improvisando Pará como volante. Na coletiva de imprensa defendeu Elano, dizendo que jogou bem. Está certo: o treinador tem a missão de proteger seus jogadores das críticas da imprensa. Mas penso que, internamente, Muricy não pensa assim.


Notas

Rafael. 5
Edu Dracena. 5,5
Durval. 5,5
Léo. 6
Pará. 5
Arouca. 6
Ibson. 6
Elano. 1
P.H. Ganso. 6
Neymar. 9,5
Borges. 7

Alan Kardec. sem nota

Muricy Ramalho. 4






2 comentários :

  1. DREAM TEAM DE MERDA HEIN? COM ESSA LINHA - LEO, EDU DRACENA, DURVAL e PARA.. O SANTOS VAI PERDER DE UNS 8X1 CONTRA O BARCELONA...

    RONALDINHO E THIAGO NEVES FIZERAM O QUE QUISERAM... DEITARAM E ROLARAM E NINGUÉM FEZ PORRA NENHUMA, CANSEI DE VER RONALDINHO LIVRE E UM MONTE DE PASPALHO OLHANDO.

    NEYMAR FOI GÊNIO, MAS DEVE ESTAR PUTO DE JOGAR NUM "DREAM TEAM" ACOMODADO COMO ESSE, QUE NÃO LUTA PARA MANTER O RESULTADO... QUEM CRITICA O NEYMAR DEPOIS DO QUE ELE FEZ ONTEM PRECISA IR PRO HOSPÍCIO.

    ELANO, PEDE PRA SAIR CARA. VAI TIRAR UMAS FÉRIAS, ACERTAR A VIDA AMOROSA, TOMAR UMA CAIPIRINHA NA PRAIA COM OS PÉS PRA CIMA... VC É ÍDOLO, VC JOGA MUITO... MAS CAVADINHA?? VAI TOMAR NO CU.

    O SR. MURICY TAMBÉM TÁ ACOMODADO PRA CARALHO DEPOIS DA LIBERTA, CADÊ O TRABALHO MEU FILHO? BOTA UM CÃO DE GUARDA NESSA PORRA DE MEIO CAMPO, O ADRIANO PAGODE ESTÁ CONTUNDIDO E VC COLOCA DOIS VOLANTES DE ARMAÇÃO (AROUCA E IBSON), COM UM LATERAL MEDÍOCRE (PARÁ) E OUTRO ÍDOLO EM FINAL DE CARREIRA (LÉO)? PORRA SR. MURICY, DEU MESMO A VITÓRIA PRO LUXEMBURGO ASSIM DE GRAÇA? VAMO TRABALHAR, CARALHO.

    RAFAEL CAGOU NO PAU TAMBÉM, DESDE JULIO CÉSAR DOS GAMBÁS NA FINAL DO PAULISTA QUE EU NÃO VEJO UMA ATUAÇÃO TÃO CAGADA E FROUXA DE UM GOLEIRO. QUER SELEÇÃO COM ESSE SALTO ALTO DO CARALHO? FECHA O BICO E JOGA, FALHOU PRA CARALHO ONTEM E NÃO SOUBE POSICIONAR A DEFESA.

    OBRIGADO NEYMAR POR ME PRESENTEAR COM TANTAS JOGADAS GENIAIS. PEÇO DESCULPAS EM NOME DE SEUS COMPANHEIROS DE TIME PELO SALTO ALTO DEMONSTRADO E QUE PREJUDICOU SUA EXIBIÇÃO ÉPICA.

    ResponderExcluir
  2. Assino embaixo, grande desabafo.

    E sabe qual o pior de tudo isso?

    Se o Santos não tiver um time bom, Neymar vai embora, pode ter certeza.

    Afinal, Pelé só foi o que foi porque jogava ao lado de gigantes como Gilmar, Mauro, Mengálvio, Zito, Coutinho, Pepe...

    E se Neymar perceber que não pode jogar tudo o que sabe em um time medíocre, ele irá para a Eurpa.

    ResponderExcluir