Rafael e sua importância para o Santos

















Eis um "baita goleiro", como diz o comentarista Neto.

Rafael espanta não só por sua qualidade, mas por seu tamanho.

Dentre os goleiros do Santos, ele é o menor, com apenas 1,86m.

Os gigantes Aranha (1,90m), Vladimir (1,93m), Gabriel (1,96m), e até mesmo Felipe (1,93m), arqueiro santista atualmente emprestado ao Avaí, não foram páreo para o pequeno grande talento da Vila Belmiro.

Com 96 gols sofridos em 88 jogos, ostenta a média de sofrer aproximadamente 1 gol por jogo.

História

E tudo começou no dia 9 de Setembro de 2009, quando o jovem arqueiro, à época com apenas 19 anos, recebeu um comunicado de seu preparador de goleiros, Eduardo Bahia:

- Fique esperto. Houve uma reunião do Vanderlei Luxemburgo com a comissão técnica e o elogiaram bastante. Você terá uma surpresa no domingo.

Domingo seria uma partida contra o Santo André, a primeira partida de Rafael como titular do Santos.

Mas ocorreu um incidente.

No treino logo antes do jogo, em forte dividida com Domingos, o goleiro fraturou os ossos da tíbia e da fíbula da perna direita.

Não foi à toa que Domingos, no dia seguinte, foi afastado do elenco do Santos e emprestado à Portuguesa, vagando até hoje na sombria e tortuosa série B.

Rafael sofreu uma cirurgia. Permaneceria 6 meses longe dos gramados até sua total recuperação.

Mas o jovem surpreendeu.

Passados quatro meses da cirurgia, o arqueiro encontrava-se totalmente recuperado, encontrando forças para disputar a pré-temporada de 2010 pelo Peixe.

Mesmo ano em que surgiria sua oportunidade.

No dia 2 de junho de 2010, quando ninguém esperava, Dorival Júnior escalou Rafael como titular em uma partida contra o Cruzeiro, deixando o contestado Felipe no banco. O resultado da partida: 0 x 0. Rafael não levara nenhum gol...

Daí em diante, o arqueiro nunca mais perdeu sua posição.

Ao final do ano passado, enquanto todos os jogadores santistas pareciam viver um marasmo após as conquistas de Paulista, Copa do Brasil, a saída de Dorival Júnior, as vendas de Wesley e André, o goleiro de média estatura mostrou-se o mais regular do time.

E adquiriu confiança suficiente para se firmar na posição nº 1 do gol santista para a disputa da Copa Libertadores.

Sempre passando confiança aos companheiros, sem nunca soltar bolas difíceis chutadas de longa distância, ou se arriscando em perigosas divididas.

Quem esquecerá aquele difícil jogo em terras estrangeiras, contra o América do México, em que o Peixe só se defendia, e o goleiro salvava a equipe a todo momento com excelente colocação, saídas do gol e incríveis defesas?

Sem ele o Santos certamente não teria vencido essa Libertadores.


Proposta do Palermo e a permanência de Rafael

Na última semana, foi confirmada uma proposta de €  4 milhões por 85% dos direitos econômicos do jogador, permanecendo 15% com o Santos, podendo este lucrar em futura negociação do clube italiano.

Mas o goleiro quis ficar. E a diretoria decidiu mantê-lo.

- Eles chegaram com uma proposta muito boa para mim e para o Santos. Nunca escondi que meu objetivo era ficar. Como eu disse que queria ficar, eles disseram que não queriam me vender.

- Estamos disputando os maiores e melhores campeonatos que uma equipe brasileira pode disputar. Tenho, para mim, que goleiro não pode ficar trocando muito de clube.

- Eu vejo que estou em uma equipe muito forte, com uma visibilidade muito grande. Além disso, sou novo, e ano que vem tem Libertadores, as Olimpíadas da qual tenho idade olímpica e é um objetivo meu, além do fato da grande visibilidade estar no Brasil, pela próxima Copa do Mundo ser aqui.

- Aqui a visibilidade é maior e tenho mais condições de mostrar o meu trabalho.

Detalhe: caso o Santos tivesse aceitado a proposta, essa seria, na história do futebol brasileiro, a venda mais cara de um goleiro brasileiro para o exterior.

Rafael tem apenas 21 anos e muito chão pela frente.


Críticas e concorrência

Não concordo com as críticas incisivas feitas ao goleiro durante a última sequência ruim de jogos do Santos.

Ele jogou mal aquelas partidas? Sim, nada mais.

Merece ser o titular do gol santista? Com toda a certeza.

Alguns torcedores, uma ou outra má atuação do goleiro, pedem imediatamente a entrada de Aranha ou Vladimir em seu lugar.

Pensam estarem eles mais preparados e serem melhores para a posição.

Ledo engano.

Não nego que tanto Aranha como Vladimir, nos jogos em que atuaram neste ano, não comprometeram, fazendo inclusive apresentações de destaque.

Mas não podemos ser tão passionais ao ponto de pensar que os goleiros reservas possuem qualidade idêntica ou superior à de Rafael.

Não possuem.

O fator que mostra a qualidade de um jogador não é este ou aquele jogo, mas uma sequência de jogos,  a qual Rafael já vivenciou, provando que merece ser a camisa 1.

Aranha ano passado era goleiro titular do Atlético Mineiro. Após muitas falhas, foi substituído por Fábio Costa, e depois pelo jovem Renan Ribeiro.

Vejam, abaixo como exemplo, um gol infantil levado pelo ex-goleiro da equipe mineira (a partir de 50 segundos).



Com esse vídeo, não quero afirmar que Aranha nunca será um excelente goleiro. Pelo contrário. Desejo apenas mostrar que ele precisará provar isso no Peixe com uma sequência de bons jogos.

Vladimir, por outro lado, também é jovem, com os mesmos 21 anos de Rafael, mas ainda não passa de uma boa promessa. Saberemos somente sua qualidade após uma sequência de jogos, a qual poderá definir sua qualidade como goleiro.

Rafael pode se intitular um cara experiente.

Com apenas 21 anos, provou sua qualidade defendendo o gol santista em três finais, na qual disputou seis jogos (Copa do Brasil, Paulista e Libertadores).

Seus defeitos são evidentes: não sair do gol em bolas lançadas na área e a péssima reposição de bola.

Fora isso, é um excelente goleiro.

Merece ser titular.

2 comentários :

  1. Oi Alex,

    Estive ausente por uma convalescênça.
    Ainda não perdoei o Murici, mas vou dar uma tréguae maneirar o tom das críticas. Meio que espontaneamente as bolas passaram a entrar e a dos adversários não.
    Muito mérito do Rafael. Concordo com a sua análise sobre ele. E tem mais uma coisa a acrescentar: dos meninos, para ser o mais maduro, mais ponderado, qualidades incomuns em goleiros (quase todos meio porra-loucas).
    Ele tem tudo para ser o goleiro titular do Brasil nas Olimpíadas, o que abrirá chance para o Aranha ou o Vladimir jogarem.
    Quanto à sua estatura, acho que não compromete. Ganha muito em agilidade contra os gigantes. E é mesma da altura do Júlio César e do Fábio Costa. Dois centímetros a menos que o Rogério Ceni, Jefferson (Botafogo) e Fábio (Cruzeiro)

    ResponderExcluir
  2. Dados interessantes quanto aos outros goleiros! E se trata realmente de um goleiro maduro, ao contrário dos demais.

    A características que mais admiro nele é a coragem de peitar a bola quando os adversários chegam sozinhos no mano-a-mano com o goleiro.

    Abs

    ResponderExcluir