Justiças e injustiças na convocação

Hoje, Mano Menezes convocou os 24 jogadores que disputarão, no dia 14 de Setembro, o primeiro dos dois confrontos da Copa Roca, contra a Argentina.

fonte: www.santosfc.com.br



















No lado santista foram merecidamente convocados Neymar, Danilo e Rafael.

P.H. Ganso, em uma jogada sem bola, sofreu nova lesão durante o amistoso contra Gana e foi cortado da lista.

A sequência de lesões de Ganso preocupa, e muito, a torcida santista.

Trata-se nada menos que a quarta lesão sofrida pelo jovem atleta de 21 anos ao longo de sua carreira.

Eu começo a me questionar se vale a pena investir em um jogador com tantas lesões em tão pouco tempo, se talvez o melhor a fazer fosse vendê-lo o quanto antes, ainda mais considerando dele já ter manifestado o interesse em jogar na Europa, mas não o foi por duas razões: falta de propostas à sua altura e o desejo de disputar o Mundial Interclubes. Até o presidente do Santos encara de forma diferente a permanência de Ganso no futebol brasileiro, ao inverso do que ocorre com Neymar:


Mas esse não é um post sobre o Paulo Henrique, mas sim sobre as convocações.

Vamos lá.

Rafael, um goleiro com enorme potencial, foi convocado com grande justiça. Convocado por ter idade suficiente para disputar as Olimpíadas pela Seleção no ano que vem (21 anos), Rafael larga na frente como o grande nome para a titularidade do gol brasileiro naquela competição. Seguro nos chutes de longa distância e no 1 contra 1, mas falho nas bolas aéreas e reposições, o rapaz tem tudo para chegar à Copa de 2014 como arqueiro reserva da Seleção Brasileira, e, em 2018, sendo titular. Possui uma característica essencial para um goleiro: a regularidade, bem ao contrário do inconstante Júlio César. Parabéns moleque você merece!

Danilo, apesar de ter comemorado recentemente 20 anos (15 de julho), é um atleta extremamente versátil e habilidoso, e será o titular absoluto na lateral-direita em ambos os confrontos contra a Argentina. Ganhou experiência com o título mundial sub-20, e agora traça voos mais altos, pena que não mais no Santos FC. O volante-lateral carrega a incrível marca de ter vencido todas as competições que disputou em 2011 (Campeonato Paulista, Libertadores, Sul-Americano sub-20 e Mundial sub-20). Apesar de todos os prós, Danilo não deve ser utilizado na Seleção principal, pois a mesma já conta com quatro laterais de peso (Maicon, Daniel Alves, Marcelo e Adriano). Mas muita coisa pode mudar até 2014...

Neymar, esse precisa comentar?

A ausência que mais senti foi a de Arouca. Ele merecia essa chance na Seleção. Vem se destacando pelo Santos desde 2010, quando formava excelente dupla com Wesley, e desde então continuou sendo um dos atletas mais regulares da equipe. Atua mal apenas quando é escalado para jogar como primeiro volante. Na função de segundo volante, ouso afirmar que não há melhor no país atualmente. Mano Menezes preferiu pela dupla já entrosada Ralf e Paulinho, os quais vêm de boas atuações pelo Corinthians, mesmo com as seguidas derrotas. Os outros volantes convocados tem idade olímpica (Casemiro e Rômulo).

A ausência mais sentida na Vila Belmiro, com toda a certeza, foi Elano. O meia, em entrevista recente, manifestou desejo de retornar à Seleção Brasileira, pensando ter sido injustiçado com a "desconvocação" após a Copa América, pois ainda achava-se jogando em alto nível. No dia 8 de Junho deste ano houve a primeira convocação de Elano para a Seleção, e de pronto afirmei que tal convocação era injusta, totalmente incompatível com o futebol que o jogador vinha apresentando no próprio Santos. Continuo pensando o mesmo, questionando até em que ponto Elano merece ser titular na atual equipe santista. Mas isso merecerá um post à parte.

Borges, na minha humilde opinião, também merecia uma chance, mas talvez não tenha sido chamado em razão da sua idade, motivo pelo qual talvez nunca tenha oportunidade na Seleção. Por isso Mano Menezes optou por Fred, uma vez que Leandro Damião, Ronaldinho Gaúcho e Neymar já eram figurinhas certas no álbum da convocação. Acreditem se quiser: Fred, que parece ter 30, tem apenas 27 anos, enquanto Borges, que parece um menino de 27, tem 30!

Saudações santistas!

OBS: Fiquem atentos! O jogo de quarta-feira contra o Avaí será as 16h, por conta do feriado, e não, como usualmente, as 21:45h.