Neymar é cai-cai?






















A recente e infeliz declaração do goleiro Rogério Ceni reacendeu a mais nova velha discussão entre torcedores, comentaristas e jogadores: Neymar pode ser classificado como cai-cai?

A princípio não.

Franzino, frágil e magricelo, Neymar tende a sofrer muito mais que os atacantes normais.

Some-se a isso a coragem do garoto de literalmente "partir pra cima", sem medo de cara feia, e temos incríveis 70 faltas sofridas em apenas 11 jogos.

Só no jogo contra o Coritiba, o moleque acumulou 11 faltas.

Mas não exalto a falta de força muscular de Neymar.

Acho que isso precisa ser corrigido.

Neymar poderia ganhar mais massa muscular mesmo sem perder sua incrível velocidade.

Peguemos como exemplo o Messi, jogador baixinho, veloz, e... forte.

O melhor jogador do mundo não cai nas divididas nem sai voando com os encontrões dos adversários.

Deixar a joia da Vila com mais força muscular não significa necessariamente torná-lo um jogador lento. 

Neymar precisará desse ganho de massa, cedo ou tarde, se desejar atuar em alto nível pela Seleção Brasileira contra países de tradição.

A desculpa do "ele é muito franzino" tem prazo de validade.


Simulações

Perguntado durante a Copa América se cavar faltas era defeito, Neymar respondeu: "não é defeito, é recurso".

Que Neymar simula algumas faltas é FATO.

Obviamente, não ao ponto de se afirmar que 50% das faltas nele são simulações.

Seria o mesmo que chamar todos os árbitros brasileiros de imbecis.

Mas eu ousaria afirmar que de 10% das faltas sofridas por ele são simuladas.

Neymar se aproveita de sua magreza para provocar faltas que não seriam sofríveis por um jogador normal.

Algumas vezes dá certo, outras não.

Mas a principal crítica que faço é o fato de Neymar ser espalhafatoso e exagerado demais quando sofre uma falta.

Ele nunca consegue apenas levar a falta como um jogador normal o faria: caindo, talvez sentindo alguma dor.

Ao invés disso, o jogador voa, cai, rola, grita, e coloca as mãos nas pernas e no rosto.

Quem vê de longe tem a sensação de que o jogador sofreu uma lesão séria, o que nunca acontece.

E, muitas vezes, no minuto seguinte, Neymar está de volta a campo, correndo como nunca.


Proteção dos árbitros

Acho uma tremenda idiotice afirmar, como dizem alguns comentaristas, que a joia santista deva ser vista com "outros olhos" pelos árbitros, sempre que houver alguma falta cometida contra ele.

Pura bobagem.

De nada adianta blindarmos Neymar dentro do futebol brasileiro se o jogador pretende atuar em alto nível na Seleção Brasileira, diante de árbitros que apitam com uma rigorosidade bem maior que a nossa.

Toda a vez que jogasse pela Seleção, nenhuma falta seria marcada contra ele.


Solução

Para mim, só existe uma: apostar no ganho de massa muscular de Neymar.

Só assim ele não cederia mais às divididas, e consequentemente evitaria o "recurso" da simulação.


P.S. segue abaixo um vídeo com situações de simulação da joia da Vila, na mesma partida.


PS 2: Neymar, hoje, em outubro de 2011, aprendeu a não mais simular tantas faltas. Melhorou absurdamente nesse quesito, e quase não simula mais.

4 comentários :

  1. Oi Alex, estou pensando em reunir os blogueiros em um blogspot democrático.Parece que o "Santista" e alguns outros blogs do Santos não estão tão bem.Acho que se fizermos algo juntos todos podem aumentar suas estatísticas de leitores e comentaristas e acesso também.O que você acha?
    Vou tentar em contato com a galera, gostaria que você pensasse em um projeto gráfico, se possível.Grande abraço.
    lrsantista.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Se o Neymar não fosse tão escandaloso e em algumas oportunidades fosse mais objetivo, com o futebol que joga, seu conceito cresceria muito, a mídia esportiva com seus comentários prejudica mais do que ajuda. Se o Neymar têm dúvida, manda ele pegar uns vídeos do Zico jogando (e olha que ele também era franzino) e vê se ele ficava caindo, ele jogava sério, os adversários o respeitavam, o que não acontece com Neymar que todo jogo que vejo, é desrespeitado pelos adversários, e não por jogadores de nome não, qualquer um o xinga, ele não conseguiu impor respeito aos adversários pela sua conduta, muito pelo contrário, seus tombos acrobáticos, jogam os adversários contra os juizes que acabam expulsando-os. Zico foi um craque, um jogador de respeito e isto é o que Neymar tem que buscar, pois futebol todos sabem que têm, mais muitas vezes o seu comportamento acaba prejudicando, inclusive o seu futebol.

    ResponderExcluir
  3. Alex, porque preciso postar 3 vezes o meu comentário para ele efetivamente ser publicado.

    ResponderExcluir
  4. Tiro meu chapéu pra você Reinaldo! Eis um santista ponderado! Tenho certeza que a maioria dos torcedores santistas defendem, ou até negam, a atidude de Neymar de simular algumas faltas, em uma espécie de cegueira proposital e apaixonada. Tento usar mais a razão. E quanto aos comentário com problemas de publicação, verei isso o quanto antes, mas provavelmente deve ser problema da plataforma Blogger. Abraço!

    ResponderExcluir