Pré-jogo: Santos e Avaí

O Santos ocupa a 16ª posição, com dois jogos a menos que seus adversários, somando 6 vitórias, 5 empates e 8 derrotas, com 26 gols marcados e 31 sofridos.

A invencibilidade do Peixe já dura quatro jogos (vitórias por 2 x 1 contra Bahia e Fluminense e empates com São Paulo - 1 x 1 - e Internacional - 3 x 3), mas o futebol continua aquém do esperado para o mais recente tricampeão das Américas.

O Avaí, por outro lado, está na 18ª posição, com 5 vitórias, 5 empates e 11 derrotas, totalizando 24 gols marcados e 44 sofridos, vindo de uma derrota fora de casa para o Atlético Mineiro. É fortíssimo candidato à disputar a série B no próximo ano, mas caso vença a partida de hoje se igualará em número de pontos com o Santos (23).

Jogando em casa, o time catarinense contabiliza 2 vitórias, 3 empates e 5 derrotas.

Curiosidade: as duas vitórias foram justamente contra o líder (Corinthians) e ex-líder (Flamengo) do campeonato, ambas pelo placar de 3 x 2.

Para a partida, o Santos contará com 5 desfalques.

São eles: P.H. Ganso, Pará, Arouca e Ibson (lesionados) e Durval (suspenso).

Em compensação, Neymar e Danilo retornam da Seleção Brasileira e integram o grupo em Florianópolis.

Éder Lima, lateral esquerdo/zagueiro recém-contratado não poderá atuar, por ora, pois ainda não teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

A partida contra o Avaí representa para o Peixe o recomeço de um bom futebol, além das necessárias vitórias fora de casa, das quais contamos apenas com uma, recentemente, contra o Bahia.

No mais, fora de casa, foram 2 empates e 6 derrotas.


O jogo

Para a partida de hoje, Muricy tem quatro opções:

Opção 1 - trocando o volante: postar o time no 4-3-1-2 habitual, com: Rafael, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Danilo, Léo, Adriano, Henrique, Possebon, Elano, Neymar e Borges.

Opção 2 - trocando o meia armador: poderá escalar Elano como segundo volante, deixando Felipe Anderson ou Diogo na função de meia armador, retirando o fraco Possebon.

Opção 3 - três atacantes: poderá ainda ousar, escalando três atacantes e retirando um volante. Com isso jogariam: Rafael, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Danilo, Léo, Adriano, Henrique, Elano, Neymar, Borges e Alan Kardec.

Opção 4 - três zagueiros: por fim, poderia escolher montar a equipe com três zagueiros, liberando Danilo e Léo como alas, desta forma: Rafael, Edu Dracena, Bruno Rodrigo, Bruno Aguiar, Danilo, Léo, Adriano, Henrique, Elano, Neymar e Borges.

Aposto que Felipe Anderson começará jogando como titular.

OBS: Fiquem atentos ao horário do jogo! Hoje será as 16h, em virtude do feriado.