Santos 1 x 0 Cruzeiro

Mesmo com desfalques, Santos vence o Cruzeiro e o árbitro, pulando para a 12 posição.























No primeiro tempo, o Peixe partiu com tudo para cima, marcando 3 gols, dos quais apenas 1 foi reconhecido. O primeiro em bela jogada iniciada por Neymar, que passou para Alan Kardec, que por sua vez rolou para Borges acertar o gol. O segundo e o terceiro em bolas paradas, após cabeçadas de Edu Dracena e Borges, respectivamente. Mas estes últimos não foram reconhecidos. E o Santos continuou no ataque com o excelente trio Neymar, Alan Kardec e Borges até o final do tempo regulamentar.

No segundo tempo recuamos. Assistimos o inverso: um ataque contra defesa, sendo quem atacava o Cruzeiro e quem defendia o Santos. Mas a equipe mineira, mesmo com os desfalques santistas
e muito espaço para jogar, não teve forcas para buscar o empate diante de um time bem posicionado defensivamente.


Tática

O Peixe iniciou o jogo em um 4-3-3 ultraofensivo, com Rafael, Edu Dracena, Durval, Bruno Aguiar, Léo, Alison, Henrique, Felipe Anderson, Neymar, Alan Kardec e Borges.
Com apenas 1 minutos de partida, o volante Alison, de apenas 18 anos, recém-promovido das categorias de base para o jogo, sofreu seria lesão, que o deixara afastado dos gramados de 6 a 8 meses, sendo substituído por outro atleta da base, Anderson Carvalho, sem alterações no esquema tático adotado.

A poucos minutos do final, Muricy substituiu o cansado e talvez lesionado Borges por Crystian. Com a mudança, o Peixe passou a atuar em um 3-5-2, com Bruno Aguiar reposicionado para compor a zaga, e Crystian assumindo a lateral direita.


Análises Individuais

Rafael. Seguro em todos os momentos.

Edu Dracena. Atuou suficientemente bem para segurar o fraco ataque do Cruzeiro.

Durval. Um pouco melhor que o Dracena, principalmente no chão.

Bruno Aguiar. Marcou bem pelo lado direito, como gosta Muricy, mas sem subir para atacar. Também não seria preciso, ainda mais com três atacantes na frente.

Léo. Não comprometeu na marcação e fez boas subidas pelo lado esquerdo. No segundo tempo, cansa ao extremo, e recua para somente marcar.

Alison. Saiu com 1 minuto de jogo, machucado.

Henrique. Teve ótima atuação, assumindo a liderança do meio campo santista. Fez boas investidas ao ataque, e qualifica o passe na saída de bola santista. Mas ainda permite muito espaço na marcação.

Felipe Anderson. Ontem pareceu meio perdido no posicionamento. Tocou pouco na bola.

Neymar. Deitou e rolou na fraca defesa cruzeirense, e por pouco não marcou o seu.

Alan Kardec. Ao contrario do que parecia, vem calando muita gente com um bom futebol. Apesar de bastante alto, Kardec mostra-se capaz de atuar com velocidade, tanto nas laterais como na função de centroavante. Sera sempre útil para a equipe santista daqui para frente. Com suas boas atuações, talvez faca Muricy repensar a ideia de utilizar um Santos mais ofensivo, no 4-3-3, para o resto do campeonato.

Borges. O goleador de sempre. Ontem marcou dois, mas o juiz só lhe reconheceu um. Contabiliza 16 gols em 21 jogos!


Anderson Carvalho. Não comprometeu na marcação, principalmente por conta de sua velocidade. Apresenta-se como uma boa opção para o futuro.

Crystian. Ajudou a equipe a segurar a bola na frente, a pedidos de Muricy, e o fez muito bem.


Muricy Ramalho. Esta de parabéns por conseguir vencer o Cruzeiro com tantos desfalques, postando bem o time em campo e realizando ótimas substituições, que ajudaram a garantir o resultado favorável ao alvinegro praiano.


Notas

Rafael. 6,5
Edu Dracena. 6
Durval. 6
Bruno Aguiar. 6
Leo. 6,5
Alison. sem nota
Henrique. 7
Felipe Anderson. 5
Neymar. 7
Alan Kardec. 7
Borges. 7

Anderson Carvalho. 6
Crystian. 6

Muricy Ramalho. 8



4 comentários :

  1. Alex, só não gostei que Muricy insiste em improvisar com Bruno Aguiar na lateral direita (ridículo), enquanto ele tem Crystian no banco; tanto é que depois o usou no final do jogo. Gostaria de vê-lo sair jogando.

    ResponderExcluir
  2. Foi um bom jogo, no primeiro tempo. No segundo o Santos caiu muito. Eu acho que ultimamente o Neymar está demorando para fazer as jogadas, prendendo em demasia a bola. Nos primeiros 10 minutos do 2o. tempo, ele armou 3 contra-ataques do Cruzeiro e um só não fizeram o gol por deficiência do centravante no arremate sozinho com Rafael. Quando o Neymar era mais objetivo, fazia gols, ultimamente está fazendo muita firula e não fazendo gols. Apesar dele ter crédito, precisa dar uma reanalisada, pois ontem, no final, no Cruzeiro com 2 defensores a menos e ele não conseguiu penetrar na zaga e a grande oportunidade dele fazer o gol, não o fêz por preciosismo; demorou muito para arrematar, com certeza se tivesse esta bola no pe di Borges era caixa. Também estou gostando muito do Alan Kardec, enfim um centroavante alto que pode melhorar nosso indice de gols de cabeça.

    ResponderExcluir
  3. Alex, pegamos o elevador, agora é se concentrar nos gambás para entrarmos de vez na briga pelo título.

    ResponderExcluir
  4. Paulo. Honestamente não gosto do Bruno Aguiar jogando na lateral direita. Acho que ele tem mais pinta de zagueirão mesmo, não de lateral, como já disse e o quer Muricy.

    Reinaldo. Gostei do Neymar ontem, e dou um grande desconto para ele, pois foi o jogador brasileiro que mais atuou no ano até agora. E direto. Desde o final do ano passado Neymar emendou o fim do Campeonato Brasileiro, a Copa Sul Americana, o Paulista, a Libertadores, Copa América e de novo o Brasileiro! Se ele está individualista demais não sei, mas veremos melhor no jogo contra o Corinthians.

    Edwin. Bora! Com essa vitória a auto-estima dos jogadores baterá no teto!

    ResponderExcluir