Muricy – demitir ou não?

Muricy Ramalho demissão Santos FC 2013















Sim, mas não agora.

Sou plenamente a favor de sua demissão, por 4 motivos:
1) Desrespeito ao DNA santista ofensivo.
2) Péssimo trabalho com a base.
3) Conhecimento tático limitado e ultrapassado (que chega ao cúmulo de usar o Muricybol no Santos – bola na área e cabeceio – mesmo sabendo que o time santista possui estatura baixa).
4) Não saber trabalhar com o time que tem em mãos.

Mas sou contra sua demissão imediata, por um único motivo: evitar o pagamento da multa rescisória (cujo valor é desconhecido), considerando que os cofres santistas andam no vermelho (ainda mais sem o  patrocinador master).

Ao final de 2013, além de não precisar pagar a multa, o Santos poderia negociar livremente com um treinador afeto ao interesse futebolístico alvinegro.

O novo treinador santista deve possuir características opostas às de Muricy. 

Ou seja, respeitar o DNA ofensivo, saber trabalhar com a base, possuir conhecimento tático moderno e saber trabalhar com o elenco que tem em mãos.

Meu técnico preferido para o momento santista é Dado Cavalcanti.

Com apenas 31 anos de idade, já é multicampeão:
- Em 2006 e 2007, venceu o campeonato rondoniense com a Ulbra.
- Em 2008, venceu a 3ª divisão do campeonato brasiliense com o Brazsat.
- Em 2009, venceu a Copa Pernambuco com o Santa Cruz.
- Em 2012, venceu o Campeonato Matogrossense com o Luverdense.
- Em 2013, treinando o Mogi Mirim, fez uma campanha extraordinária no Campeonato Paulista, ficando em 2º lugar na classificação geral, aplicando uma goleada de 6 x 0 nas quartas-de-final e quase eliminando o Santos na semifinal, sendo justamente eleito o melhor técnico do Campeonato Paulista.

É um técnico barato, que prega pela ofensividade (o Mogi Mirim foi o time que mais marcou gols nesse Campeonato Paulista), e que pode evoluir com o Santos, permanecendo toda a carreira no clube, como Alex Ferguson no Manchester United.

Até a troca de técnico, teremos de aturar o “Muricybol”.

EM TEMPO: Muricy Ramalho acaba de ser demitido. Sugestões imediatas de nomes para comandar o Santos: Dado Cavalcanti, Mano Menezes e Marcelo Bielsa.