Quem é Claudinei Oliveira?

Claudinei Oliveira técnico do Santos FC















O site esportivo "Lancenet" publicou hoje uma interessante entrevista com atual treinador santista, Claudinei Oliveira.

Aproveitarei este espaço para resumir os principais pontos da entrevista, que interessam ao torcedor santista:

Como chegou ao Santos
" Fui convidado, na época era o Flavinho que estava lá, teve uma situação do Jean Chera, vocês que são da imprensa sabem como era, tive que apagar o incêndio... Aí propuseram trocar e eu aceitei. Graças a Deus tive sucesso."

Experiência
Claudinei trabalha como treinador de futebol há 4 anos, mas nunca havia dirigido um time profissional.

Foi campeão em todas as categorias de base pelas quais passou no Santos (sub-15, sub-17 e sub-20), incluindo nessa conta a Copa São Paulo deste ano, título que escapava ao Peixe há 29 anos.

Treinou o sub-15 em 2009, o sub-17 em 2010, e o sub-20 de 2011 a 2013.

Referência como treinador
Tem como principal referência Telê Santana, e a Seleção Brasileira de 1982, montada por ele.

Modo de comandar
Afirma que nunca comandou pelo terror, brigando e xingando, mas sim pelo exemplo, de mostrar vontade de vencer, sempre respeitando as diferenças entre os jogadores.

Diz ter buscado reunir as coisas boas dos treinadores que acompanhou de perto na Vila Belmiro (Alexandre Gallo, Dorival Júnior, Adilson Batista e Muricy Ramalho).

Assistir jogos e preparação antes da partida
" Gosto de ver bons jogos, ver o Barcelona, Alemanha, Espanha, que são times que estão jogando acima dos outros. Não sou um cara que vê todos os jogos. A maioria dos jogos não sou de anotar nada, só vejo e guardo as coisas. Mas em relação a nossos jogos, sim, assisti ao jogo do Criciúma contra o Fluminense. Vou ver o do Atlético-MG e vou parando, anoto tudo, bola parada, alguma coisa interessante... Outro dia fiquei até mais tarde no CT. Sou bem cuidadoso com essas coisas, próximo adversário, não deixo passar nenhum detalhe".

Relação com empresários
" Com empresário não tenho, não converso sozinho com empresário de ninguém, nunca conversei".

Ponto forte
" Eu quero o rótulo de um cara íntegro. Integridade é o ponto fudamental para qualquer coisa na vida, além da competência, porque não adianta o cara ser íntegro e não ser competente, senão você pega um padre e coloca para dirigir o time."

Diferencial
" Meu interpessoal é muito bom, vivo bem com as pessoas e isso é fundamental para você ter sucesso. Acho que minha vontade de trabalhar também. Tenho vontade de vir para campo trabalhar, adoro estar no campo e tenho prazer de fazer isso para caramba. Eu venho com uma boa vontade e dou o melhor treino que eu posso dar. Acho que meu diferencial é esse."

Importância do técnico para a equipe
" Durante a semana, 80% é do treinador e 20% do jogador. Chegou no jogo é ao contrário, 20% e 80% ou 30% e 70%..."

Treinos
" Em uma semana cheia eu faço, pelo menos, dois treinos táticos e mais alguns treinos que eu tenho que levam para uma situação tática. Tem alguns treinamentos nos quais eu deixo meus dois zagueiros esperando com três jogadores para o contra-ataque. Solto meu time titular com a bola e, se o reserva trocar seis passes, solto uma bola no contra-ataque. Para que? Em seis trocas de passe você tem que recuperar logo a bola, não pode largar. O que eu quero? Que no jogo a gente se acostume a perder a bola e já recuperar no campo de ataque. E acaba sendo técnico também, porque faço um dois toques".

Esquema de jogo ideal
" Dois volantes, dois meias e dois atacantes abertos. Sempre ganhei com esse esquema. Só que é assim: tem que analisar cada time. Tem que adaptar seu esquema ao que tem no momento."

" Aqui dá para fazer das duas formas, com o Willian (José) na área ou não. Mas foi até uma preocupação minha nesse começo, não mexer muito no time. Deixei o Cícero avançado como um meia. Se não funcionar, posso puxar o Cícero e fazer um losângulo no meio. Se não encaixar, posso abrir o Cícero do lado e fazer o 4-2-3-1. Então é um time que dá uma certa variação. Com três atacantes, é difícil ter variação, se não deu errado vai ter que fazer uma substituição no intervalo."

Time contra o Atlético-MG
" Não vou prometer uma reformulação drástica, mas acredito que terá mais a minha cara, sim, até pelo tempo que vou ter para trabalhar. A gente sabe que precisa do resultado, mas não vou jogar fechado. Vamos tentar sair para o jogo, nos expondo um pouquinho mais, mas acho que o caminho é esse."

Situação como treinador
"Odílio (Rodrígues, vice-presidente) foi claro para mim: 'você não é interino e não é efetivo. Trabalha no seu dia a dia, faz o seu melhor' ".

2 comentários :

  1. Olá Alex,

    Meu nome é Humberto Alves, sou gerente de afiliados do www.apostasonline.com e gostaria de lhes fazer uma proposta.

    Como não consegui encontrar nenhuma área para contato, poderiam me enviar um email para afiliados [arroba] apostasonline.com para darmos continuidade a negociação?

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá Humberto. Por favor envie sua proposta para o seguinte endereço de e-mail: aalexandree_@hotmail.com

    Grato

    ResponderExcluir