Guido, Bruno Lamas, Vitor Hugo e Paulo Henrique: valeu a pena dispensá-los?

Guido, Bruno Lamas, Vitor Hugo e Paulo Henrique












Em 2013 a dispensa de 4 meninos da base do Santos vem chamando atenção.

São eles: Guido (19 anos), Bruno Lamas (20 anos), Vitor Hugo (19 anos) e Paulo Henrique (20 anos), acima indicados nas respectivas fotos.

Guido rumou para o Bahia.

Bruno Lamas para o Cruzeiro.

Vitor Hugo buscou novos ares no maior rival.

E Paulo Henrique cruzará o Atlântico para jogar no Estoril, de Portugal.

Valeu a pena tê-los dispensado?

Só o tempo irá dizer.

Principalmente a Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2014.

Mas, enquanto isso, aproveito para fazer breve análise sobre cada caso.


PAULO HENRIQUE

Paulo Henrique é lateral-esquerdo da base santista, e estava nos profissionais desde 2011, atuando em apenas 6 jogos. Deixou o Santos alegando falta de oportunidades, principalmente por conta da atual forte concorrência na lateral esquerda (Léo, Mena, Émerson e Guilherme Santos).

OPINIÃO: tenho impressão que a diretoria desperdiçou um ótimo potencial lateral-esquerdo. Paulo Henrique é forte e marcador, ao contrário dos laterais-alas formados atualmente no futebol brasileiro, e teve boa atuação nas partidas que disputou no profissional. Ao invés de livremente rescindir seu contrato (que ia até 31 de julho deste ano), a diretoria poderia ter renovado seu contrato e o emprestado, para ganhar experiência. Quem sabe voltaria como um grande lateral?
Paulo Henrique Santos FC













VITOR HUGO

O jovem da base santista sofreu grave lesão no joelho em 2011, e ficou bom tempo parado desde então, demorando para retomar o bom desempenho em campo.

Ao que consta, nunca foi convocado para as Seleções de base.

Vitor Hugo base do Santos FCNo site oficial do Santos FC constam como últimos jogos oficiais do atleta os realizados em dezembro de 2011.

Segundo apurado pelo UOL Esporte, seu agente, Wagner Ribeiro, pediu salários de R$ 50 mil mensais, mais R$ 500 mil de luvas (bônus pela renovação) para a renovação do contrato.

OPINIÃO: apesar da qualidade inquestionável demonstrada em 2011, sumiu dois anos do futebol de base, e seu atual desempenho é questionável. Somando-se a isto a alta pedida do atleta, considero sua dispensa um acerto da diretoria.


Bruno Lamas base do Santos FCBRUNO LAMAS

O meio campista da base cujas principais características são a precisão no toque de bola e na cobrança de bolas paradas (mas não a velocidade, apesar de jovem), surgiu inicialmente na base do São Paulo, em 2009, quando foi contratado pelo Santos.

No Santos, chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira sub-15, mas foi cortado por lesão. Conquistou o título Paulista sub-17, em 2010, o vice no Paulista sub-17, em 2011, marcando 19 gols, sendo titular na Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2012.

OPINIÃO: trata-se de um jogador mediano de meio campo. Não se destacou aos meus olhos na Copa São Paulo de 2012. Veio do São Paulo, pulou para o Santos e agora para o Cruzeiro, não parece querer se manter em um clube por muito tempo. A diretoria acertou ao dispensá-lo.


GUIDO

Guido é goleiro, foi titular da Seleção Brasileira sub-15, e era considerado um dos melhores goleiros do país na categoria sub-20.

Também seguia descontente com a falta de oportunidades, uma vez que era reserva de Gabriel Gasparotto, goleiro titular da conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2013.

Possuía contrato com o Santos até a metade de 2013, mas a diretoria concordou, a pedido do atleta, em antecipar o fim do vínculo.

Apesar de unanimidade na Seleção sub-15, não foi convocado para defender a Seleção sub-17, em razão de um suposto problema respiratório, relatado pelo técnico Émerson Ávila.

O goleiro negou o problema há época.

Nos últimos anos, foi eleito melhor goleiro da Copa 2 de Julho, em 2010, e melhor goleiro da Copa da Amizade, no México, em 2011.

OPINIÃO: devidamente checado esse suposto problema respiratório, o melhor também me pareceria sua renovação de contrato, para posterior empréstimo, para ganhar experiência, e não sua dispensa, tendo em vista sua qualidade, comprovada pelas convocações da seleção de base.

Guido base do Santos FC