Aquecimento: Santos x Botafogo

clique na imagem para ampliá-la




















Análise tática. No duelo tático de hoje, teremos o Santos jogando em seu tradicional 4-3-1-2, e o Botafogo atuando no 4-2-3-1.

O Peixe com 3 volantes, e o Botafogo com 2, um de mais marcação (Marcelo Mattos) e outro mais técnico (o ex-santista Renato).

De olho nos duelos entre Cicinho e Rafael Marques, pela direita, e Hyuri e Mena, pela esquerda!

Mais solto, Montillo jogará provavelmente apertado pela marcação de Marcelo Mattos e Renato, mas poderá definir o jogo com a ajuda dos volantes Cícero e Arouca, que ficam em superioridade numérica no meio campo (4 contra 3).

Alison, auxiliado por Arouca, não deve ter muitos problemas para conter os avanços do veterano Seedorf, já começando a mostrar sinais de desgaste.

Podem definir o jogo as jogadas em profundidade pelas laterais do Botafogo!

Ou também, o que é minha torcida, a atuação do hermano Montillo!

Análise técnica. Tanto Botafogo quanto Santos têm ótimos goleiros, mas a experiência de Jefferson na seleção brasileira pesa. O jovem Dória é um ótimo zagueiro, e o ataque com Seedorf, Hyuri e Rafael Marques é forte. O Peixe, por outro lado, se destaca nas laterais, nos volantes, e nas figuras de Edu Dracena e Gabriel. Placar final: Santos 6 x 5.

Aranha -------------- Jefferson
Cicinho ------------- Edilson
Edu Dracena ------- Bolívar
Durval -------------- Dória
Mena --------------- Júlio César
Alison -------------- Marcelo Mattos
Arouca ------------- Renato
Cícero -------------- Hyuri
Montillo ------------ Seedorf
Everton Ribeiro ----- Rafael Marques
Gabriel -------------- Elias

Análise física. Na teoria, fisicamente o time santista está mais desgastado. Na prática, não vejo assim. O Botafogo jogou sua última partida na quarta-feira, enquanto o Santos enfrentou seu último adversário na quinta. O Botafogo teve 3 dias completos de descanso, enquanto o Santos teve apenas 2. Mas dois dias completos de descanso, somados ao fato de que o jogo hoje é no horário mais tarde possível (18:30), deve, no mínimo, igualar fisicamente as duas equipes.

Análise emocional. Por jogar em casa, e pela invencibilidade na Vila, pode-se dizer que o Santos vem para o jogo com a moral alta. Mas o Botafogo também, após vencer o Corinthians fora de casa, com um gol ao apagar das luzes, e por ser o vice-líder do Campeonato.

Desfalques. Giva, Alan Santos, Marcos Assunção (lesionados); Gustavo Henrique e Jubal (seleção sub-20).

Vai brilhar. Thiago Ribeiro tem tudo para ser o destaque do Santos no jogo de hoje. Atuando melhor a cada dia, o veloz camisa 9 santista pode ser decisivo e um passe ou gol, que dê a vitória ao Peixe.

Pode surpreender. Montillo está voltando de lesão, mas como o próprio Claudinei diz, não há outro jogador no elenco com suas características. Voltando bem de lesão, pode surpreender.

Está devendo. Cotado para deixar o Santos ao final do ano, Durval vem falhando nos últimos jogos, e não demonstra o mesmo vigor físico de outrora.

Olho neles! O jovem Hyuri marcou 3 gols nos últimos 3 jogos do Botafogo, e deve ser grande preocupação para a defesa santista. Rápido, driblador e artilheiro, o menino botafoguense pode dar bastante trabalho ao Peixe. Além, claro, do holandês voador Seedorf.

Ataque x Defesa. O Santos tem o 11º melhor ataque do Brasileiro (23 gols), enquanto o Botafogo conta com o 4º melhor ataque (33 gols). No quesito "defesa", vitória do Santos. O Peixe é a 2ª defesa menos vazada da competição (17 gols), enquanto a Estrela Solitária é apenas a 5ª (21 gols).

Retrospecto. Há mais de 1 ano sem perder na Vila Belmiro, o Santos tem amplo aspecto favorável para sair de casa com uma vitória, ou no mínimo um empate. Com ingressos mais baratos, a Vila promete lotar. O Botafogo, neste Brasileirão, jogando fora de casa venceu 4 (contra times tecnicamente bastante inferiores - Portuguesa, Criciúma, Ponte Preta e Vasco) empatou 3 e perdeu 3.

Palavra do treinador. "O Atlético/PR estava em uma situação complicada e subiu. O Grêmio estava em uma situação incômoda, conseguiu uma série de vitórias e subiu. É um campeonato em que, se vencer três partidas, vai para cima. Se perdermos para o Botafogo, eles abrem três pontos a mais de vantagem. Isso complicaria, mas não é nossa última chance. O segundo turno só está começando."

Dúvida pertinente. Qual geração de meninos é melhor em 2013, a do Santos ou do Botafogo?

Santos é roubado na cara dura na final do Brasileiro de 1995, como esquecer?