Aquecimento: Flamengo x Santos













Análise tática. O Santos, mesmo sem Montillo, deve manter a base tática que utilizou contra o Internacional e que vem usando sob o comando de Claudinei Oliveira, o 4-3-1-2, sistema que deixará hoje Cícero livre para a armação das jogadas de ataque. 


Com os desfalques, Alan Santos provavelmente será substituído por Renê Júnior, enquanto Giva dará lugar a Everton Costa, ambos jogadores que entraram no decorrer da última partida.

O Flamengo, por outro lado, joga em um interessante 4-3-3 montado por Mano Menezes, cuja base de funcionamento é Elias.

Os dois times devem iniciar o jogo com as seguintes formações:





















Análise técnica. Jogador por jogador, os do Peixe são superiores, em um apertado placar de 6 x 5.

Aranha                 x    Paulo Victor
Gustavo Henrique x    Wallace
Durval                  x    Samir
Cicinho                x     Léo Moura
Emerson              x     André Santos
Alison                  x     Cáceres
Renê Júnior          x     Luiz Antonio
Leandrinho           x     Gabriel
Cícero                  x     Elias
Thiago Ribeiro      x     Rafinha
Everton Costa      x     Hernane

Análise física. Fisicamente o time preocupa, e muito. Alan Santos e Giva já começaram a sofrer os efeitos da maratona de viagens e jogos, e a probabilidade de perdermos mais jogadores por lesão nesta quarta é grande.


Análise emocional. O time vem embalado por uma vitória fora de casa contra o poderoso Internacional, de sempre ótimos jogadores e péssimas campanhas no Brasileiro. Emocional lá em cima.


Desfalques. Montillo, Arouca, Giva, Alan Santos e Edu Dracena.


Vai brilhar. Aranha vem salvando o Santos jogo a jogo, não deixando saudade de Rafael. Vai brilhar.


Pode surpreender. Experiente, regular, determinado e muito técnico, Thiago Ribeiro surge como o elemento surpresa desta quinta-feira, que pode decidir o jogo a qualquer momento.


Está devendo. Provável titular hoje, o ex-flamenguista Renato Abreu está devendo. Já com a parte física recondicionada, precisará jogar muita bola para conseguir uma vaga no meio campo, e principalmente para continuar no Santos, se pretender a prorrogação de contrato para 2014.


Olho nele! Apesar da péssima campanha do Flamengo, um nome se destaca: Elias. O ex-corintiano funciona como o motor do time: marca, arma e ataca com bastante disposição e eficiência. Será grande pedreira para o desfalcado meio de campo santista.


Ataque x Defesa. O Santos, com um jogo a menos, tem apenas o 12º melhor ataque do Campeonato, com 22 gols, mas conta com a 2ª melhor defesa do Brasileiro para segurar o jogo no Rio (levou apenas 15 gols). O Flamengo, por sua vez, possui o 4º pior ataque (19 gols) e apenas a 9ª melhor defesa (tomou 23 gols). O Peixe possui, portanto, melhor ataque e melhor defesa que o Flamengo.


Retrospecto. O Peixe, em 9 jogos como visitante, venceu em 3 vezes, empatou em 2 e perdeu 4. O Flamengo, por sua vez, em 9 jogos como mandante, só venceu 2 (empatando 4 e perdendo 3). O retrospecto do Santos fora de casa é superior ao do Flamengo em casa.


Palavra do treinador. “Coitados desses jogadores, que se entregaram tanto e saíram de campo arrebentados. Temos dois ou três com lesões musculares. Agora vão pegar o Flamengo, descansadinho, na casa deles. É desumano."


Dúvida pertinente. Na volta à Baixada, o Santos trará na bagagem 3, 4 ou 6 pontos?


Comente!