Se Neílton não renovar... geladeira nele!

foto: divulgação Santos FC/Ivan Storti


















Neílton tem contrato com o Santos até maio de 2014.

Mas a partir de novembro desde ano já pode assinar um pré-contrato com qualquer clube.

Dizem os boatos que São Paulo, Atlético Mineiro e Sevilla estariam interessados em contratá-lo.

A solução para o Santos?

Geladeira nele!

A última partida de Neílton como titular foi em 14/08/2013, conforme já exposto no post "Neílton trava seu futuro".

Daqui a 6 dias, completará 2 meses praticamente parado, sem jogar.

O Santos faz bem em dar essa geladeira no menino.

Afinal, qual clube desejará em maio de 2014 contar com o futebol de um jogador que terá passado nada menos que 9 meses sem jogar?
foto: divulgação Santos FC/Ricardo Saibun

Com o afastamento, a diretoria santista força que a promessa aceite os R$ 35 mil mensais oferecidos, com reajustes anuais de R$ 5 mil e mudança de faixa salarial em caso de convocação para a seleção principal, além do pagamento antecipado de um valor a título de luvas, por um vínculo de cinco temporadas.

Comenta-se no clube que Neilton desejava receber R$ 100 mil por mês.

De acordo com o presidente santista em exercício, Odílio Rodrigues: "Ele não aceitou a nossa proposta. O empresário (Roberto de Almeida) respondeu que o jogador não aceitou os valores então vamos tocar a nossa vida".
Encostando o garoto, surgem dois cenários possíveis:

1) Neílton renovaria com o Santos - seja pela pressão de ficar muito tempo sem jogar, seja pela boa proposta oferecida, ou seja por não conseguir firmar um pré-contrato com nenhuma equipe antes do fim de 2013.

2) Neílton deixaria o Santos - assinando um contrato com outra equipe, o Santos teria uma pequena perda técnica, não insubstituível, e uma grande perda financeira, uma vez que poderia vendê-lo para um time russo, turco ou ucraniano endinheirado e ganhar dinheiro com seu passe.

Até maio de 2014, essa história ainda dará muito o que falar.

Até lá, aguardemos um final feliz.