Torcedor santista é indiferente e pouco engajado

Vila Belmiro vazia











A torcida do Santos prima pela qualidade, não pela quantidade.

Essa máxima se encaixou ao time santista por um bom tempo, e até hoje encaixa-se perfeitamente.

Mas a torcida santista pode ser considerada fanática?

Qual o nível de comprometimento do torcedor santista com o clube?

Há 2 dias, a Pluri Consultoria divulgou interessante estudo buscando identificar qual a torcida mais fanática do Brasil.

Foram dois os critérios utilizados: contar o número de torcedores de cada clube que se declararam fanáticos e relacionar o percentual deles dentro do total absoluto de torcedores.

Inicialmente, a pesquisa indicou o Santos como o 10º clube com mais torcida no Brasil, com um total de 5,48 milhões de torcedores.

torcida do Santos



















Na pesquisa, os torcedores foram divididos em 4 categorias, em que poderiam se declarar livremente: fanáticos, torcedores, simpatizantes e indiferentes.

Aí a surpresa: de todos os torcedores do Santos que responderam a pesquisa, apenas 7,5% se declararam “fanáticos”, deixando o clube na 17ª posição no ranking de fanatismo, acima apenas de Fluminense, e abaixo de times com menor expressão como Santa Cruz (4º), Atlético/PR (5º), Coritiba (6º), Sport (8º), Bahia (12º) e Vitória (14º).

A pesquisa demonstra que o perfil da torcida santista é diferente. Somos mais “torcedores” do que “fanáticos”. Tanto que os que se declararam apenas “torcedores” representaram 55% dos santistas entrevistados, deixando o clube na 3ª posição no ranking de “torcedores”.

Felizmente é baixo o número de torcedores santistas que se declararam apenas “simpatizantes do time” (17%), o que deixa o clube em 6º no top “simpatizantes”.

Mas o que realmente preocupa é o número de torcedores santistas que se declararam “indiferentes” ao time: 22% - o segundo maior índice do ranking, atrás apenas de Fluminense (23%) e empatado com o São Paulo (22%).

Somando-se os fanáticos santistas com os torcedores santistas, chegamos a um índice de 62% de torcedores comprometidos com o clube, deixando-o novamente na péssima 15ª posição quanto ao engajamento real da torcida, atrás de Fluminense (59%), Sport e São Paulo (61%), e empatado com Botafogo.

Na soma dos simpatizantes com os indiferentes, temos 38% da torcida santista (parcela essa que poderia ser facilmente atraída com ações de marketing e ações sociais, principalmente na Baixada Santista, tentando repetir o modelo europeu, em que uma cidade inteira abraça um time, e se une para torcer por ele).

torcida do Santos




















De todo o exposto, tiro algumas conclusões:
- A torcida sansista é pouco comprometida com o clube.
- Quase 1/4 da torcida santista é indiferente ao clube.
- Ações de marketing e ações sociais poderiam trazer essa parcela “indiferente” da torcida para literalmente dentro do clube, unindo essa massa inativa em torno do Santos Futebol Clube.
- Apesar do 3º maior quadro de sócios adimplentes do Brasil, o crescimento do clube fica limitado ao nível de comprometimento (ou indiferença) da torcida para com ele, o que consequentemente pode levar a uma estagnação do quadro social.