Caso Neymar: Neymar jogou o Mundial vendido para o Barcelona

Neymar e Messi no Mundial

Eis que, enfim, surge a verdade.

No dia 15 de novembro de 2011, o pai de Neymar aceitou 40 milhões de euros para garantir a compra de Neymar pelo Barcelona.

No dia 18 de dezembro de 2011, exatamente 1 mês e 3 dias depois, Neymar jogaria a final do Mundial Interclubes contra o Barcelona.

Ou seja, o camisa 11 entrou em campo na final do mundial já "acertado" com o Barcelona.

Talvez este seja um dos motivos da tamanha reverência dos jogadores santistas (e de Neymar) com os catalães.

Este é o negócio mais imoral da história do Santos Futebol Clube.

A venda do jogador estava selada antes mesmo do Mundial.

É revoltante saber que Neymar entrou em campo com a camisa do Santos já vendido para o time que enfrentaria dias depois na final do Mundial de Clubes.

Caso a compra não se concretizasse, o pai teria de devolver os € 40 milhões ao clube catalão (devolução absolutamente impossível de se imaginar).

Um negócio revoltante, decepcionante, asqueroso, repugnante, repulsivo...

E assim Neymar jogou o Mundial de Clubes.

OBS: todas as informações comentadas foram obtidas nos portais Globo Esporte, Uol Esporte e Lancenet.