Caso Neymar: em 2012, Barcelona negou adiantamento

Barcelona negou adiantamento

































O documento acima, obtido pelo blog do Perrone, comprova que o Barcelona mentiu ao Santos e à FIFA.

A carta é datada de 11 de dezembro de 2012.

Na época, surgiam fortes boatos - por parte da imprensa espanhola - de um adiantamento entre Barcelona e Neymar, cravando já a venda do camisa 11 santista para o clube catalão.

A diretoria santista negou ter o conhecimento de qualquer tipo de negociação com o Barça.

Aí, por conta da pressão que se criara e os rumores de aliciamento, o QG santista enviou uma carta ao clube catalão, questionando se mantinha ou não negociações com Neymar.

A resposta veio no documento acima, em que o clube catalão afirma com todas as letras que:

"... entendemos que el contrato suscrito por DIS con el Santos FC y/o con el jugador para la aquisición de tales derechos económicos supone la existencia de una relación jurídica entre dichas partes, relación a la que el FC Barcelona es absolutamente ajeno (alheio)."

"... el FC Barcelona no está em negociaciones, ni tiene suscrito ningún contrato o pre-acuerdo con el Santos FC para el traspaso o cesión del citado jugador (Neymar)."

Em resumo, em dezembro de 2012 o Barcelona negou a existência de um acordo que o próprio clube já teria firmado com Neymar exatamente um ano antes, precisamente no dia 15 de novembro de 2011, conforme afirmou o próprio Neymar pai em entrevista coletiva.

Em última análise, o Barcelona mentiu para o Santos e para a FIFA em um documento oficial.

A prova está diante de seus olhos.