Gustavo Henrique 8 meses fora; Geuvânio e Diego Cardoso renovam

Gustavo Henrique lesão 8 meses no Santos
foto: Lincoln Chaves
















Yin e yang.

Bem e mal.

Sorte e azar.

Dizem que uma notícia ruim é sempre acompanhada de uma boa, para equilibrar as coisas.

Dizem também que jogador pode se machucar até em treino.

Ontem, os dois lados da vida deram as mãos no futebol.

Fazendo com que o torcedor santista acorde hoje com uma notícia péssima e outra excelente.

A péssima: treinando ontem, Gustavo Henrique, o jovem promissor zagueiro santista sofreu seríssima lesão no joelho direito (ruptura no ligamento cruzado anterior), passará por cirurgia e só deve voltar aos gramados em 8 meses (lá pelo final de outubro).

Coincidentemente, a lesão é a mesma sofrida por Edu Dracena (no joelho esquerdo), em janeiro deste ano, defensor que voltará ao time apenas no mês de julho.

Também coincidência o fato da lesão ter origem em uma dividida com Jubal, grande amigo do defensor santista e concorrente direto pela vaga no time titular.

Talvez o fato do Peixe ser o 3º time mais faltoso do Campeonato Paulista ajude a explicar tantas lesões de zagueiros em tão curto período.

Sem os titulares Edu Dracena e Gustavo Henrique até no mínimo depois da Copa do Mundo, a diretoria precisará urgentemente correr atrás de um reforço para a zaga, pois creio que Jubal não dará conta de recado, ao lado do irregular Neto.

Os campeonatos estaduais estão rolando por todo o país.

Difícil acreditar que não exista um bom e barato zagueiro dando sopa por aí, em algum clube interiorano de menor expressão.

Mas como nem tudo é desgraça, vamos à boa notícia.

Rufem os tambores: Geuvânio e Diego Cardoso renovaram com o Santos!

Grande destaque do clube na temporada, o "caveirinha" renovou seu contrato até dezembro de 2017.

Diego Cardoso, artilheiro do Santos na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano, também renovou, mas a reportagem não diz até quando.

Bem como João Paulo, o goleiro do Peixe na Copinha.

Sem alarde, sem polêmica, sem especulação, sem enrolação, sem papo furado.

Foi assim que Geuvânio garantiu sua permanência pacífica no Santos até o fim de 2017.

O jovem atacante deve servir de exemplo para Neílton, pois ambos tiveram inícios parecidos no clube.

Os dois começaram aos poucos a figurar no time titular, começaram a se destacar com gols e assistências, até... Neílton travar sua própria permanência na Vila Belmiro e ver Geuvânio ocupar seu lugar com brilhantismo.

O mundo dá tantas voltas...

Geuvânio Ronaldo