Santos 2 x 1 Atlético Sorocaba - no sufoco



Contra o penúltimo time na classificação geral do Paulista, o Santos sofreu.

E como.

Até demais para os 4.553 torcedores que compareceram à Vila Belmiro para mais uma tediosa partida do Campeonato Paulista.

De uma esperada goleada, fechamos com uma vitória apertada.

Não sei explicar o que aconteceu com aquele time de Oswaldo de Oliveira que meteu dois 5 x 1 seguidos.

Em termos técnicos, presenciamos ontem um péssimo jogo de futebol.

Contra o péssimo time do Atlético Sorocaba, o miolo de zaga parecia um queijo suíço.

Era frequente a presença dos atacantes do clube interiorano na grande área santista.

Aranha fez grandes defesas e evitou um vexame em plena Vila Belmiro.

Neto e principalmente Jubal falharam muito, talvez por inexperiência.

E o que falar dos meias santistas, com extrema dificuldade de furar o bloqueio imposto pelo poderoso Atlético Sorocaba?

Destaque mesmo só para o gol e choro da redenção de Leandro Damião, bastante pressionado (justamente) por todos os lados.

O centroavante, aliás, fez péssima partida em uma análise geral.

Cicinho, por outro lado, proporcionou boas jogadas de ataque, e foi de seus pés que saiu o cruzamento que resultaria no primeiro gol de Damião com a camisa alvinegra.

No final, quando parecia que perderíamos o 100% de aproveitamento jogando na Vila Belmiro, Thiago Ribeiro cobrou uma falta e o bom e velho Cícero não desperdiçou.

Placar final: Santos 2 x 1.

Conclusão: muita coisa precisa ser corrigida antes do clássico contra o São Paulo, no domingo, as 16h.