Contratações do Santos para o Campeonato Brasileiro 2014 (parte 2)

Diego e Renato de volta ao Santos em 2014


Após analisar as possíveis contratações para o Santos dos zagueiros Fernando Tobio, Manoel e Dória, chegou a hora de analisar os outros nomes ventilados na Vila Belmiro, de dois meio-campistas.

São eles dois ex-santistas: Renato, atualmente no Botafogo, e Diego, no Wolsfsburg/ALE, emprestado ao Atlético de Madrid até o final de junho.

Vamos lá.


RENATO

Renato no Santo em 2014
Segundo publicou ontem o Globoesporte, Renato está bastante próximo de fechar com o Santos.

Sob a chancela do Botafogo, o volante e meia que completa 35 anos em maio iniciou negociações com o Peixe.

De acordo com a informação publicada, o atleta já acertou suas bases salariais com o alvinegro praiano, e deverá firmar contrato até o fim do ano, recebendo por produtividade (no clube carioca o jogador recebia R$ 380 mil mensais).

Para que o ex-santista retorne imediatamente à sua casa, ele e Botafogo precisam chegar a um acordo sobre as pendências financeiras do clube com o jogador, o qual ainda teria de abrir mão de seu salário até o fim de julho.

Não havendo esse acerto, Renatinho só poderá atuar pelo Peixe a partir do dia 16 de Julho, após a pausa para a Copa do Mundo.

Oswaldo de Oliveira trabalhou com Renato no Botafogo, onde revezou partidas como titular e reserva, e os dois possuem boa relação.

No início da temporada, Renato foi capitão do time B no Campeonato Carioca, mas sequer foi relacionado para os jogos da Libertadores.

Fechando com o Peixe, será a segunda passagem do volante pela Vila famosa, onde atuou de 2000 a 2004, conquistando 2 Campeonatos Brasileiros e marcando 2 gols.

É bastante conhecido também por sua disciplina em campo e bom tempo de bola: no Brasileiro de 2002 não levou nenhum cartão durante toda a competição.

Opinião: a contratação de Renato, por produtividade, de graça, para que o jogador encerre sua carreira no clube que o revelou para o futebol, é uma boa pedida, apesar de inchar o elenco de volantes - já temos Arouca, Cícero, Alison, Alan Santos, Leandrinho, Anderson Carvalho e Lucas Otávio. Renato pode ainda atuar como meio campista, e poderá "quebrar o galho" como camisa 10, dependendo de suas condições físicas. Se vier em um nível técnico melhor do que aquele apresentado por Elano quando deixou o Peixe em sua segunda passagem, pode ajudar bastante o clube.

Veja a boa atuação de Renato contra o Palmeiras no final de 2012:



DIEGO

Diego no Santos em 2014
















Contratar um jogador brasileiro do nível de Diego que faz sucesso na Europa é impossível.

Atualmente atuando como meia-armador do clube mais badalado da temporada, o Atlético de Madrid, semi-finalista da Champions, finalista da Copa do Rei, candidato ao título do Campeonato Espanhol, o ex-meia santista parece ainda ter bastante mercado na Europa.

Dificilmente Diego virá para o Santos após o término de seu contrato com o Wolfsburg, da Alemanha, no final de junho (clube que o emprestou para o Atlético de Madrid até o término de seu contrato).

O ex-camisa 10 alvinegro tem mercado de sobra na Europa, ainda atua em alto nível, e dificilmente retornará ao Brasil.

A não ser que... o próprio pai do jogador admita o interesse dele voltar para o Santos, como aconteceu ontem!

Ok, sabemos que essa novela é antiga, e no final o Santos acaba não contratando ninguém.

Mas há, pelo menos, a esperança da volta do camisa 10 santista.

De acordo com o pai do jogador, Djair Ribas, "o interesse entre Santos e Diego é mútuo. Há grande chance de ele retornar ao futebol brasileiro. Há outros clubes no Brasil interessados, mas a preferência é pelo Santos".

Com seu contrato finalizando no término de junho, Diego já está livre para assinar pré-contrato com qualquer outro clube do futebol mundial.

Aparentemente, voltar ao Brasil é a grande vontade pessoal do jogador, mas para isso depende de quanto receberá.

Em janeiro deste ano, Diego esteve no Guarujá/SP e teve uma conversa com Odílio Rodrigues.

Na ocasião, o meia aceitou a proposta santista - R$ 600 mil mensais e luvas de R$ 3 milhões por um contrato de 3 anos - mas condicionou sua vinda ao clube praiano a eventuais propostas recebidas por clubes europeus.

Resumo da ópera: dá para sonhar, sim, com Diego no Peixe após a Copa do Mundo.

E o perigo dos sonhos é que eles podem se tornar realidade.

Opinião: a contratação de Diego é exatamente o que falta ao Santos Futebol Clube. A volta de um ídolo do passado e a presença de um jogador de alto nível vestindo a camisa 10 santista. Obviamente, com a vinda de Diego algum importante atleta santista teria de ser negociado (provavelmente Cícero, Arouca ou Geuvânio), mas a base ficaria mantida. Trazer Diego é a única medida capaz de me fazer acreditar em alguma chance do Santos conquistar o título de campeão brasileiro de 2014.



E assim termina a análise das possíveis contratações do Santos Futebol Clube para o Campeonato Brasileiro 2014!

Boa sorte ao Peixe rumo à Libertadores, ou, quem sabe, ao título!