Contratações do Santos para o Campeonato Brasileiro 2014 (parte 1)

Fernando Tobio, Manoel e Dória no Santos FC


O Santos, como todo time de futebol, precisa de reforços.

Atualmente, o time sofre séria carência de um zagueiro e de um meia-armador.

Ciente disso, a diretoria santista foi ao mercado, mas não gostou do que viu.

Jogadores caros, inacessíveis, problemáticos.

Para o Campeonato Paulista de 2014, vieram Leandro Damião, Rildo e Lucas Lima.

Os dois últimos são reservas, e o primeiro deveria ser.

Ou seja, vieram reforços para "compor elenco", e não para serem titulares (com exceção, claro, do decepcionante Leandro Damião).

Para o Campeonato Brasileiro de 2014, cinco nomes são ventilados na Vila Belmiro.

Três zagueiros, um volante-meia e um meia-armador.

O nome deles?

Fernando Tobio, atualmente no Vélez Sarsfield, da Argentina.

Manoel, do Atlético/PR.

Dória, do Botafogo.

Renato, do Botafogo.

Diego, do Wolfsburg, da Alemanha, mas que hoje está emprestado para o Atlético de Madrid.

Vejamos a situação deles, um por um.


FERNANDO TOBIO

Fernando Tobio no Santos FC
















No último dia 26 de março, dirigentes e investidores viajaram para a Argentina em busca do zagueiro Fernando Tobio, que atua pelo Vélez Sarsfield.

Jovem (24 anos) e alto (1,85 metro), é titular da zaga do clube argentino desde 2010.

Em 2014, vem jogando regularmente como titular no clube argentino.

Pelas estatísticas fornecidas pelo próprio site do Vélez, podemos concluir tão somente que se trata de um jogador que recebe poucos cartões amarelos e menos vermelhos ainda.

Observei o zagueiro no jogo entre Velez Sarsfield e Atlético Paranaense, pela Libertadores deste ano, e não vi nada demais no defensor.

Parece-me, ao meu ver, um jogador comum.

A falta de vídeos dele no Youtube mostrando grandes jogadas de sua carreira reforça a minha tese de que se trata apenas de um jogador comum.

Com seu contrato com o clube hermano encerrando no final do mês de junho, Tobio pode assinar um pré-contrato com o Peixe e aqui se apresentar em julho.

Opinião: é burrice trazer mais um jogador comum para o elenco, que em nada acrescentará. E mais, para que trouxeram Bruno Uvini, a R$ 100 mil por mês, se o cara fica no banco e nem joga? A não ser que o Vélez aceitasse uma troca entre Tobio e David Braz. Não custa tentar.

Veja alguns lances de Tobio:



MANOEL

Manoel no Santos FC
















Tecnicamente, hoje, Manoel é um dos melhores, se não o melhor, zagueiros em atividade no futebol brasileiro.

O zagueiro surgiu para o Brasil na base do Atlético Paranaense, onde joga desde os 18 anos.

Hoje com 24 anos, foi afastado do grupo após a eliminação do Atlético na Libertadores de 2014, por indisciplina.

Manoel foi afastado simplesmente porque deseja sair do clube paranaense para atuar em um clube maior, conforme ficou claro na nota do clube, a qual noticia a causa do afastamento do defensor: "em função do comportamento mostrado, das declarações constantes e claras que pretende sair e não mais continuar vestindo a camisa do clube que lhe acolheu e lhe deu todas as condições desde 2006 para se tornar jogador profissional".

Manoel é excelente zagueiro.

Para se ter uma ideia, o defensor é o segundo maior artilheiro da equipe atleticana desde 2003.

Ano passado, chamou a atenção do técnico Felipão, e ficou próximo de ser convocado para os amistosos contra Coreia do Sul e Zâmbia.

No Brasileiro de 2013, foi eleito um dos melhores zagueiros do torneio, onde figurou na seleção do campeoanto.

Zagueiro técnico e muito forte, Manoel atuou em mais de 250 partidas pelo Atlético/PR, e marcou 4 gols na temporada passada.

Para sua contratação, o Atlético/PR exige o pagamento de R$ 16 milhões, isto é, o valor correspondente à porcentagem de que possui do atleta (80%).

O restante dos direitos econômicos do atleta (20%) pertence a um investidor, o qual poderia manter sua parcela de direitos em uma eventual troca de clube do jogador.

Opinião: se existe uma contratação "100% certa", de que se pode ter certeza do bom investimento, essa contratação atende pelo nome de Manoel. Pela técnica, pela força, pelo destaque no Campeonato Brasileiro de 2013, pelos olhares de Felipão, pela carência na zaga santista, pela pouca idade (24 anos), Manoel seria o nome ideal para o Santos Futebol Clube neste momento, não fosse a alta pedida do Atlético Paranaense (R$ 16 milhões). Se o alvinegro praiano não tivesse se endividado com a péssima contratação de Leandro Damião, o zagueiro atleticano seria pedida certa na Vila Belmiro. Mas, sem dinheiro, sua contratação é temerária aos cofres do clube. Como se trata de uma "aposta certa" (apesar de nunca haver 100% de certeza), apostaria de olhos fechados em um investidor (mesmo a Doyen), para trazer Manoel, que se valorizaria na Vila e poderia ser vendido por muito mais lá na frente. Manoel, ao contrário de Damião, vale o risco.

Assista a um gol de Manoel:



DÓRIA

Dória no Santos FC

O presidente santista Odílio Rodrigues confirmou ontem o interesse no zagueiro Dória, do Botafogo.

Com apenas 19 anos, e titular da zaga botafoguense desde 2012, quando tinha apenas 17 anos, o jovem zagueiro coleciona convocações para as Seleções Brasileiras de base, sempre com grande destaque, o que já despertou a atenção de clubes europeus como a Juventus, da Itália.

Dória é forte, técnico, tem bom tempo de bola e marca gols.

Sua contratação foi indicada por Oswaldo de Oliveira, técnico que o promoveu ao time titular do Botafogo em 2012.

Para se ter ideia, o moleque é tão bom de bola que o próprio Seedorf quis levá-lo para o Milan neste ano, logo após assumir o comando da equipe italiana!
Dória e Seedorf
No ano passado, o grupo DIS chegou a oferecer 7 milhões de euros (R$ 18,6 milhões) por Dória, para colocá-lo no Santos.

No entanto, no fim da temporada, o clube carioca renovou o vínculo do zagueiro até o fim de 2017, aumentando a multa rescisória para 20 milhões de euros (R$ 62 milhões).

Os cariocas atualmente contam com 40% dos direitos do defensor, o que equivale a 8 milhões de euros (cerca de R$ 24 milhões).

No entanto, há um aspecto muito curioso no caso Dória, que pode ajudar o Santos a contratar o defensor!

O Botafogo vive atualmente um extremo estado de tensão em razão dos salários atrasados para seus jogadores.

Na última segunda-feira, o clube carioca completou nada menos que 2 meses sem pagar salários aos seus atletas!

Isso mesmo, dois meses!

Caso o clube complete 3 meses sem pagar salários a seus atletas, surge ao atleta o direito de exigir a rescisão contratual, e deixar o clube de graça.

Se, daqui a um mês, em um cenário bastante possível, o Botafogo continuar sem pagar seus atletas, Dória pode desembarcar, sim, na Vila Belmiro!

Bom, não custa sonhar...

Opinião: vindo de graça, Dória seria um excelente reforço para o Peixe. Ou Dória ou Manoel, ambos juntos não poderiam vir - apesar de ser um sonho espetacular - pois o caixa do clube não aguentaria (R$).

Veja aqui alguns lances de Dória pelo Botafogo:


E assim termina a primeira parte da série "Contratações do Santos para o Campeonato Brasileiro de 2014".

A parte 2, com a análise das possíveis contratações dos ex-santistas Renato e Diego sai amanhã, fiquem ligados!