Mixto/MT 0 x 0 Santos - decepcionante

Diego Cardoso contra o Mixto


Decepção.

Essa é a palavra que, para mim, resume o jogo de ontem.

A começar por Lucas Lima, o qual apareceu apenas no primeiro tempo, morreu fisicamente, e pouco produziu durante todo o jogo, justificando a escolha de Gabigol para o time titular.

Rildo também teve péssima apresentação, sumido o jogo inteiro, tentando cavar faltas, mais no chão do que de pé.

O futebol de Jubal também foi lamentável, cometendo faltas toscas e desnecessárias a torto e a direito, parando todas as jogadas com falta, sem conseguir uma roubada de bola, daí talvez justifique a entrada de David Braz em seu lugar...

Mas se trazemos 3 notícias ruins de Mato Grosso, também fomos agraciados com 3 boas novidades.

A começar por Diego Cardoso, o melhor santista no jogo, extremamente inteligente taticamente e participativo, com precisão no passe e grande poder de finalização, era o único jogador "acordado" da equipe, ainda que tenha perdido boas oportunidades cara-a-cara com o goleiro - o que não justificaria sua equivocada substituição por Oswaldo de Oliveira.

Outro jogador com grande destaque individual hoje atende pelo nome de Eugenio Mena, lateral que fez partida formidável, tanto na parte defensiva, com excelentes roubadas de bola, quanto na parte ofensiva, com passes e cruzamentos na linha de fundo.

A melhor das novidades, no entanto, foi mesmo o zagueiro Naílson, que ganhava todas pelo alto, não dava espaço para os atacantes do Mixto, roubou bolas, fez bons lançamentos e por várias vezes subiu bem ao ataque.

Teria Oswaldo coragem de colocar Naílson no lugar de David Braz na grande final do Paulista?

Provavelmente não.

Mas aguardemos, afinal, não custa sonhar.

O resto da equipe foi apenas regular, com um pequeno destaque para a dupla de volantes, Alison e Alan Santos, e para o lateral Cicinho, que atuaram normalmente, sem grande brilho.

Final de jogo: um 0 x 0 justo.

Resultado que não assusta nem um pouco o Santos titular, que atuará contra o time mato-grossense na Vila Belmiro no dia 16 de Abril (depois das duas finais do Paulista) as 22h.

Aposto em um resultado elástico, bem próximo a Santos x Naviraiense em 2010.

Viremos a chave.

Voltemos agora ao que realmente interessa, ao Campeonato Paulista.

Onde o Santos fará seu primeiro jogo da final em busca do 21° título paulista, empatando com o São Paulo como o maior vencedor da competição, aumentando sua hegemonia na competição no século XXI.

Oswaldo precisa retornar rapidamente à Vila Belmiro para preparar o time.

Faltam apenas 3 dias.

Fiquem ligados!