Um campeonato quase perfeito

Santos campeonato quase perfeito


Analisando friamente, podemos dizer que a campanha do Santos neste Campeonato Paulista beirou a perfeição.

Em 19 jogos, nada menos que 14 vitórias, 3 empates e 2 derrotas.

Dessas 14 vitórias, 6 foram por goleada!

5 x 0 no Bragantino
5 x 1 no Corinthians
5 x 1 no Botafogo/SP
5 x 2 no Mogi Mirim
4 x 0 na Ponte Preta
4 x 1 no Oeste

Jogando como mandante na Vila Belmiro, o time somou 10 vitórias seguidas!

Onde, até agora, ainda não foi derrotado.

Terminamos a competição com o melhor ataque da competição, com 47 gols em 19 jogos, média de 2,47 gols por jogo!

A defesa também se destacou, conquistando o posto de 7ª melhor do campeonato, tendo levado 19 gols em 19 jogos!

Tantos gols só poderiam levar um santista à artilharia do Paulista.

E Cícero, com 9 gols, levantou a taça de artilheiro da competição.

Não por acaso, o meia também foi eleito o craque do torneio.

Geuvânio, que se intimidou nas finais e não jogou nada, foi eleito a revelação.

Na seleção dos melhores do campeonato, nada menos que 5 santistas foram selecionados: Cicinho, Arouca, Cícero, Geuvânio e Thiago Ribeiro.

Senti bastante a falta do goleiro Aranha na seleção dos melhores; em seu lugar puseram Fernando Prass, do Palmeiras.

Em resumo, a premiação do Campeonato Paulista 2014 e a frieza dos números nos mostra uma coisa: o Santos jogou muito, mas só faltou o título.

Seria como se aquele belo time de 2010 perdesse nos últimos minutos para o Santo André (houve um momento, no final do segundo jogo, em que os jogadores adversários quase conseguiram essa façanha).

A derrota que poderia ter acontecido em 2010, com aquela bola na trave nos últimos minutos, coincidentemente aconteceu em 2014, também com uma bola na trave...

São os deuses do futebol...

Pelo bom futebol apresentado, pelas goleadas convincentes, pela retomada do futebol ofensivo, pelo bom trabalho com a base, por não perder nenhum clássico na temporada, Odílio Rodrigues corretamente continuará bancando Oswaldo de Oliveira no comando santista.

No momento, para a atual condição financeira do clube, não há ninguém melhor no mercado para comandá-lo.

Pelo que jogou neste Campeonato Paulista, o Santos se credencia fortemente ao título de campeão brasileiro de 2014.

Ou, no mínimo, à briga por uma vaga na disputa da Copa Libertadores da América de 2015.

O Brasileiro começa neste domingo, na Vila Belmiro, contra o Sport.

Cada ponto conquistado ou perdido contará muito lá na frente, quando o campeonato estiver no seu final.

E amanhã tem Santos x Mixto/MT, pela Copa do Brasil!

Não há tempo para lamentar.

Pois na Copa do Brasil precisamos avançar!