Aquecimento: Goiás x Santos



Nesta quinta feira, as 19h30min, o Santos viaja a Goiânia para encarar o Goiás, não mais treinado por Claudinei Oliveira (que perdeu a final do Campeonato Goiano para o Atlético-GO).

Jogo fácil?

Que nada.

Será uma pedreira.

Em 5º lugar no Campeonato Brasileiro, o Goiás venceu as duas partidas que disputou em casa (1 x 0 no Criciúma e 2 x 0 no Botafogo), está motivado pelo retorno ao seu estádio, o Serra Dourada, após cumprir dois mandos de suspensão, e, caso vença o Santos, se tornará o líder do Brasileirão!

Do outro lado, temos o Peixe, 13º colocado no Brasileiro, com um desempenho bom fora de casa (uma vitória e um empate em seus 2 jogos), animado com a estreia de Renato na equipe titular porém com desfalques importantes; caso vença, o clube pulará para o 6º lugar da competição!

Para o jogo, o time santista sofre com 8 desfalques, 6 lesionados e 2 na Seleção Nacional.

Os lesionados: Edu Dracena, Gustavo Henrique, Emerson, Alan Santos, Thiago Ribeiro e Leandro Damião.

Eugenio Mena já se apresentou à Seleção Chilena, pela qual disputará a Copa do Mundo em poucas semanas.

Assim como Alison, que segue com a Seleção Brasileira Sub-21 para a disputa do Torneio de Toulon, na França (Paulo Ricardo e Jubal foram "devolvidos").

Com tantos desfalques, Oswaldo promoverá 5 mudanças em relação ao time derrotado pelo Atlético/MG na última rodada.

A primeira mudança - muito estranha - será a entrada de Jubal no lugar de Neto.

A segunda mudança é o retorno de Cicinho para a lateral direita, após cumprir suspensão.

A terceira mudança consiste na titularidade do jovem Zé Carlos na lateral esquerda.

quarta mudança consta na entrada de Geuvânio no time titular.

A quinta mudança, por fim, funda-se na entrada de Renato como segundo volante.

Com isso, o Santos deverá ir a campo com:

Análise tática - Goiás x Santos


Esperam sua vez na reserva Vladimir, Bruno Peres (ainda?), Neto, Bruno Uvini, Leandrinho, Serginho, Diego Cardoso, Victor Andrade e Stéfano Yuri.

Jogando fora de casa com tantos desfalques, será difícil esperarmos uma vitória.

Um empate já estará de bom tamanho (contanto que o Santos faça sua lição de casa quando atuar como mantante).

Apesar dos jovens sempre estarem dispostos a nos surpreender.

Um inegável mérito de Oswaldo de Oliveira é a utilização das categorias de base.

Contra o Goiás, o Peixe iniciará a partida com 4 meninos da base: Jubal, Zé Carlos, Geuvânio e Gabigol.

Nenhum deles pode negar que Oswaldo lhes dá oportunidades.

Basta lembrarmos que, recentemente, na vitória contra o Princesa do Solimões, o time terminou a partida com nada menos que 7 meninos da base em campo!

Por essas e outras que sou plenamente favorável à permanência de Oswaldo de Oliveira no comando do Santos.

Não falta técnico, falta jogador (e muitos deles estão aí, porém machucados).

Imagino o Santos ideal de Oswaldo com Aranha, Edu Dracena, Gustavo Henrique, Eugenio Mena, Cicinho, Arouca, Alison, Cícero, Lucas Lima, Thiago Ribeiro e Gabigol.

Mas quando o experiente treinador santista terá a disposição todos esses jogadores ao mesmo tempo, impossível deduzir.

Confesso que estou ansioso para ver como se comportará Renato em sua reestreia pelo Peixe.

Para o jogo de hoje, basta o clássico bordão alvinegro, tão conhecido pelo experiente volante.

PRA CIMA DELES SANTOS!

Siga o blog pelo facebook: https://www.facebook.com/analisesdosantos
Siga o blog pelo twitter: https://twitter.com/analisesdosfc
Fale com o blog: http://analisesdosantos.wufoo.com/forms/q7x4a9/