Aquecimento: Santos x Flamengo

Santos x Flamengo

Hoje, as 16h, no Morumbi, o Santos enfrenta o Flamengo buscando sair da incômoda 13ª posição, que o deixa mais próximo da zona de rebaixamento do que da zona de classificação para a Libertadores.

Caso vença, o Santos irá a 10 pontos, pulando para a 8ª posição e ficando a apenas 5 pontos - ou duas vitórias - do líder Fluminense

Por isso, vencer hoje em casa (o mando de jogo é do Santos) torna-se tão importante.

Ainda mais contra o debilitado, desfalcado e fraquíssimo time do Flamengo, que flerta hoje com a zona de rebaixamento, na 16ª posição.

O time carioca até agora perdeu as 2 partidas que disputou fora de casa.

Para este jogo, ainda jogará sem seus atacantes titulares (Hernane, Alecsandro e Nixon) e sem seu goleiro titular (Felipe), indo a campo com o jovem atacante Arthur e o jovem goleiro Paulo Victor.

Na tabela, o clube do Rio só marcou mais gols que Chapecoense, Figueirense e Criciúma.

Mas como historicamente o Santos adora reviver clubes mortos, a preocupação sempre existirá...

O Santos, por outro lado, em 7 jogos marcou 6 gols e sofreu 5, em uma campanha bastante módica.

Sem Gabigol, machucado, que se junta ao departamento médico com Leandro Damião, Thiago Ribeiro, Rildo, Alan Santos, Emerson e Alison (além de Eugenio Mena, na Seleção Chilena), Oswaldo apostará nos meninos da Vila para o comando de ataque.

Todos os atacantes santistas relacionados para o jogo saíram das categorias de base santista: Geuvânio, Stéfano Yuri, Diego Cardoso, Jorge Eduardo e Victor Andrade.

Mas titulares mesmo deverão ser Geuvânio, pela ponta direita, e Stéfano Yuri, como centroavante.

No meio, com a lesão de Alan Santos e a ausência de Alison (servindo a seleção brasileira sub-21), Oswaldo apostará novamente na dupla Arouca e Renato.

Como atrações para o jogo temos David Braz enfrentando seu ex-clube, que o trocou juntamente com Rafael Galhardo por Ibson (não sei quem fez pior negócio).

Zé Carlos na lateral-esquerda recebe mais uma oportunidade com as lesões de Eugenio Mena e Emerson, e mostra-se um garoto muito promissor, de grande técnica, mas fraca capacidade de marcação.

No meio, Cícero volta a atuar como meia-armador, enquanto Lucas Lima é deslocado para a ponta esquerda.

Stéfano Yuri torna-se, com isso, o novo camisa 9 do time.

Cícero, enfim, se iniciar a partida completará 7 jogos pelo Santos no Campeonato Brasileiro, impedindo que ele atue nessa competição por outro clube, impossibilitando eventuais negociações, e fazendo com que o jogador deva sair "de graça" do clube ao final do ano (ao menos que seja negociado com algum clube europeu nessa janela próxima de negociações - em julho e agosto).

Com isso, o Santos deverá iniciar o confronto com:

Santos x Flamengo - análise tática


Na reserva, aguardam sua vez: Vladimir, Bruno Peres, Neto, Bruno Uvini, Leandrinho, Serginho, Diego Cardoso, Jorge Eduardo e Victor Andrade.

Deixo desde já meu profundo PROTESTO pelo fato da Rede Globo de Televisão decidir transmitir para o Estado de São Paulo o desinteressante jogo do Corinthians contra o Sport, na Ilha do Retiro, ao invés do grandioso clássico entre Santos e Flamengo.

É a Globo novamente pisando na tradição e história do Santos Futebol Clube, como gigante do Estado de São Paulo (até porque a Globo transmitirá o jogo para o Rio de Janeiro, além de outros estados onde o Flamengo tem grande torcida - no Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país).

Com isso, desde já, espero uma boa atuação do time de Oswaldo de Oliveira, que iniciará a partida com nada menos que 4 meninos da Vila no time titular - e melhor, sem reclamar.

Mas me falem como engolir a declaração de Oswaldo de Oliveira de que o Santos não possui em seu elenco um matador, um Fred ou Barcos?

E Leandro Damião, veio a Santos a passeio?

Ou Oswaldo já o admite como um estrondoso fracasso?

Bom jogo a todos!

PRA CIMA DELES SANTOS!