A zaga do clássico: David Braz e Bruno Uvini

David Braz e Bruno Uvini

Sim, sim torcedor santista.

David Braz e Bruno Uvini formarão a dupla de zaga que enfrentará o Palmeiras nesta quinta-feira, as 19h30min, na Vila Belmiro.

Com medo?

Quem não está!?

Mas trouxe hoje ao torcedor alvinegro alguns fatos que podem "salvar" a reputação dos dois.

Em primeiro lugar, devemos pontuar que neste período de treinamentos o Santos não sofreu nenhum gol nos três amistosos disputados.

No dia 27 de junho, contra o Red Bull Brasil, em São José dos Campos, vitória por 3 x 0 (gols de Gabriel, Geuvânio e Diego Cardoso).

No dia 05 de julho, contra o Guarujá, no CT Rei Pelé, novo triunfo por 5 x 0 (dois gols de David Braz, um de Rildo, um de Diego Cardoso e um de Stéfano Yuri).

No dia 12 de julho, contra o Hortolândia, no CT Rei Pelé, a última vitória antes de enfrentar o Palmeiras: 4 x 0 (dois gols de Geuvânio, um de Damião e um de Diego Cardoso).

Se Diego Cardoso foi o único que marcou gols em todos os amistosos, David Braz não sofreu nenhum gol nas três partidas.

Bruno Uvini, por outro lado, atuou somente no último amistoso (substituindo o lesionado Jubal), e também não levou gols.

Se por um lado a zaga alvinegra não levou nenhum gol, por outro lado podemos afirmar sem medo de errar que a zaga santista não foi realmente testada.

Afinal, defender bem contra equipes de pequeno porte, quando o meio de campo e o ataque alvinegros ditavam o ritmo da partida, não é tarefa das mais difíceis.

Portanto, não podemos saber ao certo, até a hora da partida, o nível técnico de ambos os atletas (com a ressalva de que David Braz sagrou-se o destaque do segundo amistoso santista, marcando dois gols).

Outro fato que chama a atenção é a favorável estatística à defesa alvinegra.

A defesa santista é a melhor do Campeonato Brasileiro até agora.

Em 9 jogos disputados (apenas 2 na Vila Belmiro), o Peixe levou apenas 5 gols, ostentando uma incrível média de quase 0,5 gol sofrido por jogo!

Se bem que os adversários não foram dos mais fortes... (Criciúma, Sport, Figueirense, Bahia, Coritiba, Goiás, Flamengo, Grêmio e Atlético Mineiro).

Mesmo assim ainda há esperança na zaga santista.

Há esperança em David Braz e no quase estreante Bruno Uvini.

Há esperança em não levar gols na Vila Belmiro.

Apesar do mais importante para o Santos, verdade seja dita, seja marcar gols, e não evitar sofrê-los.

Vejamos daqui a 3 dias...