Aquecimento: Santos x Chapecoense

Aquecimento: Santos x Chapecoense


O Santos entra em campo hoje contra a Chapecoense de olho no 2º lugar da tabela (pelo menos no sábado).

Com a volta de Thiago Ribeiro no lugar do questionado Geuvânio, o time de Oswaldo de Oliveira deve iniciar o jogo com os mesmos atletas que começaram a partida contra o Fluminense.

Jubal retorna de lesão mas, sem ritmo de jogo, não voltará como titular contra a Chapecoense.

Com isso, a zaga titular continuará sendo formada por David Braz e Bruno Uvini (o que vem dando resultado, tendo em vista ser o Peixe a 2ª melhor defesa do Brasileiro).

Após 15 jogos invicto na Vila Belmiro, não há o que temer contra o frágil time da Chapecoense, que, apesar da vitória contra o São Paulo, não apresenta um bom desempenho fora de casa.

Feita a introdução, vamos ao aquecimento!

O jogo. Será disputado hoje, na Vila Belmiro, as 18h30min, sem transmissão pelo SPORTV.

Time titular. Aranha; Eugenio Mena, David Braz, Bruno Uvini e Cicinho; Alison e Arouca; Lucas Lima, Thiago Ribeiro, Rildo e Gabriel.

Reservas. Vladimir; Zé Carlos e Victor Ferraz; Jubal; Alan Santos, Renato e Souza; Geuvânio, Diego Cardoso, Jorge Eduardo e Stéfano Yuri.

Desfalques. Leandro Damião, Edu Dracena, Gustavo Henrique, Patito Rodríguez e Vinicius Simon (readquirem forma física após lesão).

Pendurados. Gabriel e Jubal.

Análise tática. Oswaldo de Oliveira prosseguirá utilizando o esquema 4-2-3-1, com os defensores jogando em linha, laterais subindo ao ataque de forma alternada, um volante marcador e outro móvel se revezando, três meias - um pelo centro, outro pela esquerda e outro pela direita - e um centroavante que trocam constantemente de posição.

Com isso, o Santos deverá entrar em campo hoje da seguinte forma:

Santos x Chapecoense - análise tática

Tabela do Brasileiro. O Santos hoje ocupa a 9ª posição, com 17 pontos, apenas 3 pontos atrás do 2º colocado Corinthians, e com um saldo de 6 gols (contra 7 do alvinegro da capital).

Se vencer, o Peixe terminará o sábado em 2º lugar ou em 3º (em caso de vitória do Internacional sobre o Bahia fora de casa).

O que não significa terminar a rodada na 2ª ou 3ª colocação, pois dependemos ainda dos resultados de Corinthians, Fluminense, Atlético/PR, Internacional, São Paulo, Grêmio e Sport, todos acima do Santos na tabela.

Um empate não interessa, muito menos a derrota, ambos resultados que deixariam o Santos na 9ª colocação (ou mesmo em 10º, em caso de vitória do Goiás e derrota do Peixe), vendo seus rivais se distanciarem cada vez mais na tabela.

A expectativa, no entanto, segundo as estatísticas, é de vitória santista.

Na Vila Belmiro, em 2014, o Santos está invicto há 15 jogos.

Foram 13 vitórias e 2 empates, com 43 gols marcados e 10 sofridos (91% de aproveitamento).

O time de Pelé e companhia possui atualmente o 8º melhor ataque da competição (12 gols em 11 jogos) e a 2ª melhor defesa (6 gols sofridos).

A Chapecoense, por outro lado, possui um péssimo desempenho fora de casa (apesar de ter sapecado o São Paulo na última rodada, o que não deve acontecer novamente hoje): em 5 jogos, sofreram 3 derrotas, 1 empate e conseguiram apenas 1 vitória.

O time oriundo da cidade catarinense de Chapecó ocupa a 15ª posição na tabela, com 11 pontos, 7 gols marcados (2º pior ataque do campeonato) e apenas 10 sofridos (é a 5ª melhor defesa!).

Portanto, as estatísticas levam a crer na vitória santista, por poucos gols, já que a Chapecoense possui um bom desempenho defensivo, e deve armar o ferrolho para o confronto de hoje.

O árbitro. 
Info Árbitros - Péricles Bassols Pegado Cortez - Santos x chapecoense (Foto: Editoria de Arte)

Vão brilhar. Lucas Lima. Foi o único jogador que se salvou na derrota para o Fluminense, na última rodada, quando o time apresentou um péssimo futebol.

Pode surpreender. Thiago Ribeiro. Voltando de lesão no lugar do bastante questionado Geuvânio, Thiago pode hoje dar a volta por cima contra um time fraco.

Está devendo. Cicinho. O lateral santista voltou muito mal do período de treinamentos em São José dos Campos. Precisa melhorar.

Olho nele! Bruno Rangel. O artilheiro da série B no ano passado voltou à Chapecoense e está com fome de gol. Olho nele!

Palavra do treinador. "Os nossos zagueiros são excelentes, e o goleiro também. Mas não nos defendemos só com eles. Os atacantes também têm importância na ação defensiva. Isso é algo que eu tenho tentado passar aos jogadores, para eles participarem da ação defensiva. Esse entendimento deles tem nos dado essa maior segurança em termos defensivos".

Dúvida pertinente. Deixará o Santos escapar mais uma vez uma boa chance de subir na tabela?

Comente!