Robinho voltou ao Santos!

Robinho voltou ao Santos!


Robinho voltou!

Robinho voltou!

Robinho voltou!

No fim, o coração, enfim, falou mais alto.

Robinho baixou sua pedida salarial de R$ 800 mil mensais para R$ 500 mil, mesmo valor que recebe hoje Leandro Damião na Vila Belmiro, e acertou com o Santos até julho de 2014, cedido por empréstimo pelo Milan (Robinho poderá, no entanto, sair no final do ano, se surgir uma boa proposta econômica de sua compra junto ao clube italiano).

Com a volta do menino Robson ao Peixe, vislumbramos a formação de um novo ciclo virtuoso no alvinegro praiano.

1 - Com a volta de Robinho, a tendência é que o time melhore tecnicamente, valorizando também o futebol dos meninos da base;

2 - Com isso, o clube volta a brigar por títulos e Libertadores;

3 - Voltando a brigar por títulos, voltarão também ao clube os patrocinadores;

4 - Voltando os patrocinadores, o Santos terá dinheiro para contratar e para manter as boas peças do elenco, e, assim, continuar formando um bom time, recomeçando o ciclo.

Robinho provavelmente não chegará a tempo de enfrentar o Corinthians, as 16h, na Vila Belmiro, mas em poucas semanas já deverá assumir sua posição no time titular de forma definitiva.

E como o eterno "pedalada" jogará nesse time de Oswaldo de Oliveira?

Em qual posição atuará?

Qual jogador perderá posição para que ele atue?

A resposta é mais simples do que parece.

Com a chegada do ídolo, o técnico santista deverá sacar Rildo (Geuvânio) do time titular, mantendo o quarteto ofensivo com Lucas Lima, Thiago Ribeiro, Robinho e Leandro Damião (enquanto Gabriel não volta da Seleção Sub-20).

Somado esse quarteto ofensivo à pegadora dupla de volantes Arouca e Alison, aos bons laterais Cicinho e Eugenio Mena, e com a volta dos zagueiros titulares Edu Dracena e Gustavo Henrique, mantendo o titularíssimo Aranha na meta, assim como a formação tática definida por Oswaldo de Oliveira para este Santos (4-2-3-1), o Peixe deverá atuar com Robinho da seguinte forma:

Robinho voltou ao Santos!


Confesso estar bastante ansioso para rever o "pedalada" de volta aos gramados vestindo o manto branco alvinegro, atuando pelo único clube onde sempre jogou bem.

Robinho voltou para o Santos, para São Vicente, para casa.

Robinho voltou para onde nunca deveria ter saído.