Enderson Moreira começa com o pé direito

Enderson Moreira no Santos


O novo técnico do Santos começou bem na Vila Belmiro.

Após uma quarta-feira de treinamentos coletivos, ontem o treinador detectou o principal problema desta equipe, dona da 3ª melhor defesa do Campeonato Brasileiro: as finalizações.

Além, claro, da armação de boas jogadas para se finalizar.

Sabedor disso, Enderson comandou ontem um treino maçante de finalizações, com bastante repetição nos chutes a gol.

Durante a atividade, com duração de aproximadamente 30 minutos, o treinador dividiu o jogador em dois grupos.

De um lado, os laterais iam à linha de fundo e cruzavam para os demais jogadores finalizarem; do outro, os atletas, independentemente de posição, avançavam sozinhos com a bola em direção ao gol e chutavam.

Em seguida, o técnico inverteu os grupos (quem cruzava e quem finalizava) e continuou trabalhando as finalizações por um breve período.
Leandro Damião em treino de Enderson Moreira
Terminado o treino técnico, Enderson realizou seu primeiro treinamento coletivo desde sua chegada ao clube.

E, sem Robinho (Seleção Brasileira), Eugenio Mena (Seleção Chilena) e Alison (Seleção Brasileira Sub-21), o treinador escalou Leandro Damião como centroavante, Zé Carlos na lateral-esquerda e Souza como segundo volante.

Não houve praticamente nenhuma modificação em relação ao esquema tático antes adotado por Oswaldo de Oliveira, destacando-se apenas uma mudança sutil: Leandro Damião saiu da área e começou a jogar mais próximo dos atacantes Gabriel (na ponta direita) e Thiago Ribeiro (na ponta direita).

Com as opções do treinador, o jovem volante da base Alan Santos e o atacante Rildo esquentarão o banco de reserva.

Com isso, o novo Santos de Enderson Moreira começa a ser esboçado da seguinte forma, para o jogo de sábado, as 18h30min, no Pacaembu, contra o Vitória (último colocado do Brasileiro):

Enderson Moreira - análise tática Santos FC


Na segunda parte do treinamento coletivo, Enderson promoveu uma alteração no esquema tático, ao sacar o atacante Gabriel para a entrada do volante Alan Santos, modificação que levou Souza a atuar mais avançado, próximo de Lucas Lima, na armação de jogadas.

No coletivo, foram escalados no time reserva: Vladimir, Victor Ferraz, Paulo Ricardo, Nailson e Caju; Alan Santos, Leandrinho e Serginho, Geuvânio, Giva e Rildo.

Este, meus amigos, é o novo Santos do técnico Enderson Moreira, que a partir de agora merece todo o apoio da torcida santista, para que, com resultados (como ele mesmo disse), possa mostrar um bom trabalho no clube.

Lembrando sempre que Eugenio Mena deve voltar para a lateral esquerda, Alison deve voltar a formar dupla de volantes com Arouca e Robinho deve tomar a vaga de Gabriel no time titular.

O que achou das poucas mudanças promovidas por Enderson?

Comente!