O Santos precisa aprender a vencer fora de casa

Santos precisa vencer fora de casa


Nenhum clube irá longe no Campeonato Brasileiro se não vencer partidas fora de casa.

Este, meus amigos, é o diferencial de uma equipe.

Vencer jogos na casa do adversário, além de impor respeito, demonstra que o clube vencedor está preparado para voos maiores, como o título ou a Libertadores.

Não é por acaso que os 4 melhores times do Brasileiro (Cruzeiro, São Paulo, Internacional, Corinthians e Fluminense, nessa ordem) conseguiram bons resultados fora de casa no Brasileiro até agora.

Vejamos.

O Cruzeiro, como visitante, soma 5 vitórias, 3 empates e apenas 2 derrotas (venceu fora de casa os grandes Internacional e Palmeiras), num total de 18 pontos ganhos.

O São Paulo, atuando fora do Morumbi, venceu 4, empatou 3 e perdeu 2 vezes (também venceu fora de casa os grandes Internacional e Palmeiras), somando 15 pontos ganhos.

O Internacional, por sua vez, possui fora de seus domínios 3 vitórias, 4 empates e 2 derrotas (venceu Palmeiras), somando 13 pontos ganhos.

O Corinthians, de Mano Menezes, sabe como disputar esta competição de forma inteligente, com muitas vitórias em casa e pouquíssimas derrotas fora. O maior rival do Peixe venceu 3 vezes fora de casa, 5 empates e apenas 1 derrota (venceu o grande Santos), somando 14 pontos ganhos.

O Santos, por sua vez, terminado o primeiro turno do Campeonato Brasileiro, em 9 jogos disputados fora de casa soma apenas 2 vitórias, 2 empates e 5 derrotas (sem vencer nenhum grande até agora), somando míseros 8 pontos ganhos.

Sem colecionar preciosos pontos fora de seus domínios, qualquer clube terá como destino o limbo, conhecido popularmente como "meio da tabela".

Sem Libertadores nem rebaixamento, apenas um grande e estrondoso nada.

Com isso, demonstro com dados estatísticos a importância de vencer fora de casa para avançar na competição, para enfim buscarmos a tão sonhada classificação para a Copa Libertadores da América (ainda que comemorar vaga seja pouco demais para um clube do tamanho do Santos - mas é o que temos para o momento).

Algo difícil para o Santos, um clube tradicionalmente "caseiro", com desempenho pífio fora de seus domínios - ao menos nos últimos 10 anos.

Sem menosprezar o trabalho de Enderson Moreira até agora, é preciso dizer que vencer o Vitória, último colocado do Brasileiro, em casa, é fácil.

Difícil mesmo era enfrentar Cruzeiro, São Paulo, Internacional e Fluminense fora de casa, coisa que Enderson não fará mas que Oswaldo de Oliveira fez, sem sucesso.

Os maiores desafios para este Santos de Enderson Moreira serão, portanto, ao olharmos para a parte de cima da tabela, enfrentar os times do Grêmio, Atlético Mineiro e Sport fora de casa.

Aí sim poderemos avaliar a verdadeira competência do novo técnico.

As três partidas citadas serão jogos-chave para alavancar o desempenho do Peixe no Campeonato Brasileiro.

Para, quem sabe, buscarmos de vez a volta à tão sonhada Libertadores.

Ainda que a Copa do Brasil talvez apresente um caminho mais fácil - não tão fácil assim se pensarmos que, passando pelo Botafogo, enfrentaremos o melhor time do Brasil, o Cruzeiro.

Em resumo, 5 palavras: precisamos vencer fora de casa...