Resumão da Semana do Santos Futebol Clube

Dalmo Santos FC


O futebol brasileiro voltou em 2014!

E o Santos, firme e forte, segue rumo a mais um título Paulista, após vencer e convencer na primeira rodada e empatar na segunda, fora de casa.

Se, dentro de campo, a semana foi marcada por bons resultados e atuações vacilantes, fora de campo tivemos a triste notícia do falecimento do lateral Dalmo Gaspar, daquele famoso esquadrão de Pelé, responsável pelo gol do segundo título mundial do alvinegro praiano.

Mas também tivemos boas notícias, como a recuperação do volante Valencia, que já treina normalmente com o grupo, o aumento dos salários de Lucas Lima, Geuvânio, Alison e Gustavo Henrique, e a inscrição do goleiro Vanderlei e do meia Serginho no Campeonato Paulista.

Dito isso, vamos às curtas notícias dessa semana!

A PRIMEIRA NOTÍCIA é o fato do Santos ter vencido e convencido no seu primeiro jogo da temporada, com uma bela e arrasadora vitória em casa contra o algoz Ituano, com 2 gols de Geuvânio e 1 de Chiquinho, e destaque para as boas atuações do lateral Victor Ferraz e do meia Lucas Lima, presenciadas por 9.121 torcedores pagantes na Vila Belmiro (que aparentemente estava lotada).

Os destaques negativos ficaram na conta de Vladimir (não passa confiança), David Braz (idem) e Thiago Ribeiro (não consegue acertar uma finalização).

A SEGUNDA NOTÍCIA corresponde ao segundo jogo do Peixe no Campeonato Paulista, contra o Mogi Mirim, no interior, com o mesmo time que havia iniciado a primeira partida.

Dessa vez, não houve futebol, mas sim um verdadeiro desastre técnico.

Claro que a péssima condição do gramado de Mogi contribuiu para o inexistente futebol do primeiro tempo, mas mesmo assim o futebol de muitos santistas deixou a desejar.

Os destaques alvinegros da partida? Victor Ferraz, Robinho, Geuvânio e Ricardo Oliveira, que tentaram alguma coisa no segundo tempo, sem sucesso.

Os destaques negativos foram para Vladimir (inseguro, porém ainda sem levar gols), Chiquinho (sim, ele mesmo, que deixou uma verdadeira avenida lá atrás, por onde surgiram as principais chances do Mogi), Renato (lento, não consegue conter um time rápido) e Thiago Ribeiro (novamente isolando finalizações).

Como TERCEIRA NOTÍCIA da semana, destacamos algumas mudanças propostas pelo técnico Enderson Moreira para a próxima partida, neste domingo, as 19h30min, em São José do Rio Preto (com mando do Santos).

O treinador alvinegro decidiu aplicar 3 mudanças no time titular, que segundo ele não passam de um "revezamento de atletas", dando oportunidade para o goleiro Vanderlei (no lugar de Vladimir), para o zagueiro Werley (no lugar de Gustavo Henrique - que segundo Enderson acaba de voltar de lesão, e por isso precisa ser poupado), e para o centroavante Ricardo Oliveira (no lugar do improdutivo Thiago Ribeiro).

A QUARTA NOTÍCIA dos últimos 7 dias consiste na inscrição do goleiro Vanderlei e do meia Serginho na lista dos 28 possíveis inscritos do Campeonato Paulista.

Com a inscrição deles, o Santos completou 25 inscritos, restando apenas 3 vagas para fechar o grupo para a competição estadual.

2 nomes já estão garantidos: o lateral Caju e o atacante Gabriel.

O zagueiro Jubal e o volante Thiago Maia disputam a última posição (que provavelmente ficará com Jubal).

Com isso, o meia Léo Cittadini e os atacantes Diego Cardoso e Patito Rodríguez, fora da lista, não disputarão o Campeonato Paulista.

Falando ainda sobre os inscritos no Paulista, surge a QUINTA NOTÍCIA, relacionada ao atacante Patito Rodríguez, que recentemente se tornou um problemão para a atual diretoria.

O atacante argentino recebe R$ 270 mil por mês no Peixe, valor incompatível com a atual política salarial da diretoria liderada pelo presidente Modesto Roma.

Como o custo-benefício não agrada, o Santos tenta de todas as maneiras se desfazer do atleta, seja por empréstimo (os clubes se assustam com o salário do meia) ou por uma venda em definitivo.

Eis o novo "Fábio Costa" encostado na Vila Belmiro, desta vez criado pela direção de Odílio Rodrigues.

Destaque na semana também, como SEXTA NOTÍCIA, é a recuperação do volante Valencia, que voltou a trabalhar normalmente com o grupo, mas treinando na posição de zagueiro (o que indica a escolha de Jubal para a última vaga de inscritos no Paulista).

Mais para frente, Valencia poderá ser muito útil, atuando como segundo volante, ocupando a vaga hoje preenchida pelo eterno porém desgastado Renato.

A SÉTIMA NOTÍCIA corresponde ao aumento no salário de atletas importantes na Vila Belmiro, como o zagueiro Gustavo Henrique, o volante Alison, o meia Lucas Lima e o atacante Geuvânio.

Comenta-se que essa medida foi essencial para evitar saída, pela Justiça, de atletas importantes, como Alison e Lucas Lima, que também estavam com 3 meses de atraso no salário, o que posteriormente renderia incusive juras de amor do meia ao clube (cujo salário dobrou: de R$ 75 para R$ 150 mil mensais).

OITAVA NOTÍCIA é o fato do clube estar com o "elenco fechado" para a disputa do Campeonato Paulista, e consequentemente a busca por reforços, por hora, cessou, e só continuará após a disputa da competição (dito isso, o atacante Walter não virá).

A reformulação na base santista é a NONA NOTÍCIA da semana, com a demissão do coordenador da base Hugo D'Elia Machado, e a contratação de Paulo Mayeda, que estava na base do São Carlos.

O novo coordenador da base santista atuou na base alvinegra entre 2000 e 2002, quando a geração de Diego e Robinho despontou para o futebol profissional.

A DÉCIMA NOTÍCIA, e última da semana, é a triste morte do eterno santista Dalmo, aos 82 anos de idade em Jundiaí/SP, cuja descrição e importância histórica para o Santos Futebol Clube deixo a cargo do excelente jornalista santista Odir Cunha, em seu blog:

"O herói que tirou a bola das mãos de Pepe e decidiu bater o pênalti que tornou o Santos o primeiro bicampeão mundial interclubes, em 16 de novembro de 1963. Aquele que inspirou Pelé a dar a famosa paradinha ao cobrar os pênaltis. O que nunca se machucava e o único do Santos que jamais foi convocado para a Seleção Brasileira. Este foi Dalmo Gaspar, que morreu na manhã desta segunda-feira, em Jundiaí, aos 82 anos, por complicações do Mal de Alzheimer.

Entrevistei-o há quase 20 anos, para o livro Time dos Sonhos, obra de mais de 500 páginas que só foi lançada em dezembro de 2003. Ele foi o lateral-esquerdo do melhor time que já existiu: Gylmar, Lima, Mauro, Calvet e Dalmo; Zito e Mengálvio; Dorval, Coutinho, Pelé e Pepe. Fiquei muito feliz de, por meio do livro, contribuir para que esses jogadores e esse time não fossem esquecidos. Na verdade, muitos eram sempre lembrados, mas nomes como Dalmo e Calvet estavam caindo no esquecimento até mesmo dos santistas.

De uma época em que o futebol brasileiro tinha pontas-direitas excepcionais, como Garrincha, Julinho Botelho, Dorval, Joel e Paulo Borges, entre outros, Dalmo não podia apoiar o ataque e se especializou em ser um marcador de muita determinação e coragem. Sempre teve boas atuações nos jogos mais importantes do Santos."

Melhor time do Santos da história
Melhor time de futebol da história. Em pé: Lima, Zito, Dalmo, Calvet, Gylmar e Mauro.
Agachados: Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe.



Curtiu o resumão da semana do Peixe? Comente!