Resumo da semana do Santos Futebol Clube

Resumão da semana do Santos Futebol Clube


Foram poucas mas importantes as notícias desta semana no Santos FC.

Começando pela bela vitória contra o Palmeiras na quarta-feira, passando pela efetivação do técnico Marcelo Fernandes, em detrimento de Dorival Júnior e Vágner Mancini (agora mais desvalorizados do que nunca), pela milionária dívida com seus ex-técnicos e terminando com a impecável campanha no Campeonato Paulista.

Vamos às notícias.


1) Hoje tem Santos x Marília as 18h30min

Neste sábado, as 18h30min, o Peixe vai ao interior enfrentar o Marília, em busca de mais 3 pontos.

Será a primeira partida de Marcelo Fernandes como técnico efetivo.

Pensando na estreia do alviengro na Copa do Brasil, na próxima terça-feira, contra o Londrina, no Paraná, o comandante santista decidiu poupar grande parte de seus titulares para o confronto desta tarde.

Dos titulares habituais, apenas Vanderlei, David Braz, Cicinho e Valencia devem iniciar a partida com o time principal.

No entanto, Werley, Victor Ferraz, Renato, Lucas Lima, Robinho, Geuvânio e Ricardo Oliveira foram relacionados para a partida, e assistirão ao jogo do banco de reservas, até segunda ordem.

Com isso, o Santos enfrenta hoje o Marília com: Vanderlei, Cicinho, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Valencia, Lucas Otávio e Elano; Marquinhos Gabriel, Thiago Ribeiro e Gabriel.

Ao todo, 4 meninos da base iniciarão a partida como titulares, enquanto outros 4 (Robinho, Geuvânio, Lucas Crispim e Vanderlei) assistirão o jogo do banco de reservas.

Boa sorte ao alvinegro!


2) Santos 2 x 1 Palmeiras

O Peixe venceu o alviverde da capital na última quarta-feira, se impondo na Vila Belmiro no melhor jogo de futebol brasileiro da temporada (até agora).

A análise completa do confronto pode ser conferida neste post: "Santos 2 x 1 Palmeiras - Invencível".


3) Marcelo Fernandes efetivado

Em face de dois técnicos caros e de baixíssimo custo-benefício, eleitos no final do ano passado pelos jogadores como o 2º (Dorival Júnior) e 4º (Vágner Mancini) piores técnicos do Brasil, e especializados em rebaixamento (Mancini foi rebaixado duas vezes e Dorival Júnior, depois de sair do Santos, se especializou em tirar clubes do rebaixamento, como Atlético/MG, Fluminense - que caiu - e Palmeiras), o presidente Modesto Roma optou pelo óbvio: efetivar o interino Marcelo Fernandes como novo técnico santista.

A medida pode não fazer sentido para a grande imprensa, que pensa ser o Santos submisso à vontade de seus jogadores, mas não é bem assim.

A decisão de Modesto faz sim muito sentido, diante de um cenário no qual a qualidade dos técnicos brasileiros disponíveis no mercado é baixíssima, sem contar que eram caros (pediam entre R$ 200 mil a R$ 300 mil mensais) e de baixíssimo custo-benefício.

Optar por efetivar Marcelo Fernandes pelo menos até o final do Campeonato Paulista dará tempo suficiente para o presidente encontrar no mercado outro técnico de qualidade que se adapte às principais características do alvinegro praiano: o DNA ofensivo e saber lançar os meninos da base (se Marcelo ganhar o Paulista, a chance de continuar para o Brasileiro é grande, mas se perder sua chance de sair é maior).

O time treinado por Enderson Moreira vinha bem na competição, e segue ainda invicto e com grandes chances de sagrar-se campeão paulista, considerando o foco do Corinthians na Libertadores, a fragilidade do Palmeiras nos clássicos e as péssimas atuações apáticas do São Paulo.

Marcelo Fernandes, apesar de nunca ter treinado um time profissional, trabalha na comissão técnica do Santos desde 2011 (junto com seu auxiliar, ninguém menos que Serginho Chulapa), e acompanhou todo o trabalho de Muricy Ramalho, Oswaldo de Oliveira e Enderson Moreira.

Se conseguir reunir as qualidades desses 3 treinadores, Marcelo poderá fazer um ótimo trabalho.


4) Santos deve R$ 4 milhões a ex-técnicos

O alvinegro praiano deve R$ 4 milhões a seus ex-técnicos Muricy Ramalho, Oswaldo de Oliveira e Enderson Moreira, incluindo no valor multas rescisórias, direitos de imagem e salário na CLT.

A maior dívida é com Oswaldo de Oliveira, a quem o clube deve 4 meses de direitos de imagem, totalizando R$ 1,6 milhão.

E viva o planejamento no futebol brasileiro...


5) Campanha impecável no Paulista

O Santos faz uma campanha absolutamente impecável no Campeonato Paulista.

Em 9 jogos, contabiliza 7 vitórias e 2 empates, 18 gols marcados e 5 sofridos, com 13 de saldo, e um aproveitamento de 85,2%.

As 7 vitórias tornam o Santos o time que mais venceu na competição, ao lado do Corinthians.

Os 18 gols marcados deixam o alvinegro praiano como o 2º melhor ataque da competição, um gol apenas atrás do São Paulo.

Os 5 gols sofridos tornam o Peixe a 3ª melhor defesa da competição, ao lado de Palmeiras, e abaixo de Corinthians e São Paulo.

O saldo de 13 gols é o 2º melhor da competição, superado apenas pelo São Paulo.

O aproveitamento de 85,2% também é o 2º melhor do campeonato, atrás apenas do Corinthians (91,7% de aproveitamento, com um jogo a menos).

Para finalizar, Santos e Corinthians são os únicos clubes ainda invictos no Campeonato Paulista, sem derrotas no currículo de 2015.